código de defesa do consumidor


TÍTULO I
Dos Direitos do Consumidor
CAPÍTULO I
Disposições Gerais
Art. 1°O presente Código estabelece normas de proteção e defesa do consumidor, de ordem
pública e interesse social, nos termos dos arts. 5°, inciso XXXII, 170, inciso V, da Constituição Federal
e art. 48 de suas Disposições Transitórias.
Art. 2°Consumidor é toda pessoa física ou jurídica que adquire ou utiliza produto ou serviço como
destinatário final.
Parágrafo único. Equipara-se a consumidor a coletividade de pessoas, ainda que indetermináveis,
que haja intervindo nas relações de consumo.
Art. 3°Fornecedor é toda pessoa física ou jurídica, pública ou privada, nacional ou estrangeira,
bem como os entes despersonalizados, que desenvolvem atividade de produção, montagem, criação,
construção, transformação, importação, exportação, distribuição ou comercialização de produtos ou
prestação de serviços.
§ 1° Produto é qualquer bem, móvel ou imóvel, material ou imaterial.
§ 2° Serviço é qualquer atividade fornecida no mercado de consumo, mediante remuneração, in-clusive as de natureza bancária, financeira, de crédito e securitária, salvo as decorrentes das relações
de caráter trabalhista.

Bios,Setup,Cmos, Post e Mensagens de erro


A cura da Miopia pelo método Bates


ÍNDICE
Pág.
Boletim do Dia  ...................................................................................7
Prefácio da segunda edição argentina ...................................................11
Prefácio ..............................................................................................13
Introdução  ..........................................................................................17
A origem da Ginástica Ocular  ..............................................................22
O que é a «Ginástica Ocular»?  .............................................................24
Divulgação da Ginástica Ocular  ...........................................................29
Causas de uma visão defeituosa ............................................................31
Existem óculos realmente adequados?  .................................................41
Os óculos são prejudiciais  ....................................................................43
Cristais de cores  ..................................................................................47
O olhar central  ...................................................................................50
A miopia  ............................................................................................53
A miopia nas crianças  .........................................................................56
O presbitismo  .....................................................................................62
O astigmatismo ...................................................................................65
O estrabismo .......................................................................................66
O descanso ..........................................................................................73
Quatro movimentos oculares com ou sem ponto .................................76
Alguns exercícios  ................................................................................81
A massagem ocular  .............................................................................88
Quatro movimentos do pescoço ..........................................................92
O Ziguezague  ......................................................................................95
Exercício com ponto em três direcções  ...............................................97
9
Pág.
Exercício com a ponta do lápis  ........................................................... 100
A espiral ............................................................................................. 103

Receitas feitas no Liquidificador


Como motivar os filhos escovarem os dentes

1. Deixe seu filho brincar de escovar os dentes com uma escova velha (que ele já tenha usado), que é mais macia, até ele se acostumar. Depois, escove com a nova.

2. Faça da escovação uma atividade em família, pois crianças gostam de imitar os adultos.

3. Reforce o hábito. Assim que ele terminar de comer, encaminhe-o para a pia do banheiro.

4. Use pastas de dente sem flúor e com sabor agradável e escovas coloridas, com o personagem preferido do seu filho.

5. Quando ele terminar, parabenize-o dizendo que o cheiro da boca dele está gostoso, que os bichinhos foram embora etc. Brincadeiras como “ei, dê um sorriso de artista!”, para você escovar os dentes da frente, também funcionam.

Para os vegetarianos

30 receitas com soja            

1. Extrato de soja - leite de soja
Ingredientes
3 xícaras (chá) de grãos de soja escolhidos e sem lavar
4,5 litros de água
1 colher (chá) de sal
6 colheres (sopa) de açúcar     
Modo de preparo
Ferver um litro e meio de água.
Colocar os grãos e contar cinco minutos a partir da nova fervura.
Escorrer a água e lavar os grãos em água corrente.
Colocar o restante da água (3 litros) para ferver, cozinhar os grãos por cinco minutos. Não descartar a água.
Quando estiver morno, bater os grãos e a água no liquidificador por três minutos.
Cozinhar a massa obtida em uma panela aberta por 10 minutos, reduzindo a chama após a fervura, mexendo sempre.
Quando estiver morno, coar em pano de algodão limpo e espremer bem, com o auxílio das mãos, através do pano.
O líquido filtrado é o extrato de soja (leite) e a massa restante, o resíduo ou "okara".
Levar o extrato novamente ao fogo e ferver por dois minutos.
Adicionar o açúcar e o sal ao extrato.
Para obter sabores diferentes basta acrescentar chocolate em pó, canela, baunilha, etc.

2. Soja frita
Ingredientes
1 xícara (chá) de soja escolhida e seca
3 colheres (sopa) de sal
2 litros de água
óleo de soja para fritura

Modo de preparo
Ferver um litro e meio de água e colocar os grãos e contar cinco minutos a partir da nova fervura;
escorrer a água e lavar os grãos em água corrente;
colocar os grãos de molho, por oito horas, em uma quantidade de água fria correspondente a três xícaras (chá);
transferir os grãos para uma peneira (tipo escorredor de macarrão) e descascá-los sob água corrente, esfregando-os entre as mãos, para separar as cascas;
cozinhar os grãos descascados por 15 minutos em panela aberta com três vezes o volume de água, Adicionando o sal. A contagem do tempo inicia-se após a fervura;
descartar a água do cozimento e escorrer os grãos em peneira;
secar os grãos escorridos sobre pano de algodão limpo ou toalha de papel;
colocar o óleo para aquecer em uma panela funda;
fritar os grãos até que a espuma formada desapareça e os grãos comecem a dourar;
retirar os grãos fritos, escorrendo o excesso de óleo e colocá-los sobre papel absorvente; e guardar a soja frita, em vasilha fechada.

Rendimento: aproximadamente 200g

3. Kinako - farinha de soja torrada e moída

Ingrediente
1kg de grãos de soja escolhidos


Modo de preparo
Colocar os grãos em uma assadeira rasa média e torrá-los em forno pré- aquecido, por 20 minutos em foogo baixo, mexendopara que não queimem, até que as cascas do grão soltem-se com facilidade.
Deixe os grãos esfriarem.

Moer os grãos em liqüidificador até a obtenção de farinha semelhante à farinha de amendoim. Armazenar a farinha em recipiente fechado.

Observação: Em forno de microondas, colocar ½ kg de grãos em um piréx médio e torrá-los na potência alta por aproximadamente seis minutos, mexendo de 2 em dois minutos.

4. Cereais com kinako
1/3 de xícara (chá) da fruta de sua preferência, picada
3 colheres (sopa) de aveia em flocos
2 colheres de kinako
4 colleres de flocos de cereais
1 colher de chá de uvas passas (opcional)
1/3 copo de leite de soja
Se necessário, adoçar

Modo de preparo
Colocar, em uma tigela, todos os ingredientes secos; adicionar o leite

Rendimento: Uma porção

5. Iogurte com kinako
Ingredientes
1/3 xícara (chá) da fruta de sua preferência, picada
1 colher (sopa) de kinako
1 copo de iogurte de soja de sua preferência
Se necessário adoçar
Modo de preparo
Colocar, em uma tigela, todos os ingredientes secos; adicionar o leite de soja.

6. Granola com kinako
Ingredientes
2 colheres (sopa) da granola de sua preferência
2 colheres de kinako
1 potinho de iogurte de soja ou ½ xícara (chá) de leite soja
1 colher (sopa) de açúcar
Modo de preparo
Colocar em uma tigela todos os ingredientes secos; adicionar o iogurte ou leite.
Observação: Se desejar, adicionar uma fruta de sua preferência, picada.
Rendimento: Uma porção

7. Mingau com kinako
Ingredientes
1 xícara de leite de soja
1 colher (sopa rasa) de amido de milho ("maizena")
1 colher (sopa) de açúcar
1 colher de kinako
Canela em pó
Modo de preparo
Em uma panela, adicionar o leite, o kinako, o açúcar e a "maizena"; Levar ao fogo para ferver, mexendo sempre para não empelotar; Cozinhar até ficar cremoso, despejar em uma tigela, polvilhar com canela em pó;
Servir quente.
Rendimento: uma porção

8. Arroz com kinaco
Ingredientes
2 xícaras (chá) de arroz cru, lavado e escorrido
8 Xícaras (chá) de leite de soja
3 xícaras (chá) de água
2 e ½ xícaras (chá) de açúcar
½ xícara de kinako
Canela em pó
Modo de preparo
Em uma panela, colocar as três xícaras de água e quatro xícaras (chá) de leite; levar ao fogo e, quando levantar fervura; adicionar o arroz previamente lavado e escorrido;
Quando o arroz estiver quase cozido, juntar o restante do leite, o kinako e o açúcar.
Assim que o arroz estiver cozido, retirar do fogo, transferir para uma vasilha e salpicar com canela em pó, a gosto.
Rendimento: aproximadamente 20 porções.

9. Farinha de soja
Ingredientes
Soja em grão - escolhidos e sem lavar
Modo de preparo
Adicionar a soja em água fervente, conforme descrito para o extrato de soja "leite de soja", e cozinhar por cinco minutos.
Escorrer bem os grãos e colocá-los para secar sobre um pano de algodão limpo e seco ou sobre papel toalha, por cerca de uma hora.
Torrar os grãos, no forno em fogo baixo por cerca de uma hora, mexendo sempre com o auxílio de colher de pau (como para torrar amendoim).
Triturar os grãos torrados no liquidificador ou em máquina de moer carne.
Peneirar a farinha obtida, utilizando uma peneira fina e, guardá-la em vasilha seca e tampada.

10. Hidratação da PVT (Proteína de soja texturizada) / "Carne" de soja
Ingredientes
1 xícara (chá) de PVT
2 xícaras (chá) de água fervente
Modo de preparo
Colocar a PVT em um recipiente (pirex) e cobrir com a água fervente.
Aguardar 10 minutos para a PVT absorver a água.
Escorrer a PVT em peneira (tipo escorredor de macarrão), retirando o excesso de água com o auxílio de uma colher, apertando-a contra a peneira.
Usar em refogados, molhos, e recheios como substituto da carne moída.
Obs.: A Proteína Vegetal Texturizada é também conhecida pela denominação de PTS (Proteína Texturizada de Soja).

11. Grãos cozidos
Ingredientes
2 xícaras (chá) de grãos de soja escolhidos, sem lavar
8 xícaras (chá) de água
Modo de preparo
Ferver três xícaras (chá) de água e, cozinhar os grãos por cinco minutos, contados a partir da segunda fervura.
Escorrer a água e promover o choque térmico, em água fria, lavando os grãos, como descrito para o extrato.
Escorrer a água e colocar a soja de molho com três xícaras (chá) de água fria, por oito horas, aproximadamente.
Escorrer os grãos e separar as cascas.
Cozinhar por uma hora em panela aberta, ou por 20 minutos em panela de pressão, adicionando uma colher (sopa) de óleo de soja.
12. Massa básica
Proceder a receita dos grãos cozidos completa e acrescentar o que segue:
Passar a soja cozida em máquina de moer carne, ou bater no liquidificador, adicionando um pouco da água de cozimento, até a obtenção de uma massa homogênea.
Obs: Esta massa pode ser guardada no freezer para ser utilizada em diferentes receitas.
13. Pão de resíduo
Ingredientes
Fermento
3 colheres (sopa) de fermento de pão ou um pacotinho de fermix
3 colheres (sopa) de açúcar
1 xícara (chá) de água morna
Massa
1/4 de xícara (chá) de óleo de soja
3 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) rasa de sal
2 xícaras (chá) de resíduo de soja
5 xícaras (chá) de farinha de trigo
Modo de preparo

Fermento
Em um recipiente (bacia), dissolver o fermento com água e adicionar os demais ingredientes. Cobrir com plástico e, deixar em repouso para crescer, por 15 minutos.
Massa
Misturar ao fermento o resíduo, o açúcar e o óleo. Adicionar aos poucos, a farinha de trigo, trabalhando a massa até que os ingredientes se unam e a massa se desprenda dos dedos. Moldar os pães no formato desejado, dispor em formas untadas e polvilhadas com farinha de trigo, deixar crescer por uma hora e, assar por 30 minutos em forno pré-aquecido.

14. Torta de banana ou maçã

Ingredientes
12 bananas nanicas maduras
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 xícaras (chá) de farinha de soja
1 xícara (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de fermento em pó
150 g de margarina

Emprego

10 erros cometidos em uma entrevista de emprego
Roupas inadequadas, português ruim e postura desleixada limam o candidato da seleção
Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo e com a procura por emprego maior do que a oferta, o que não faltam são exigências na hora de uma empresa admitir um novo funcionário. Um currículo focado, que esteja alinhado com a vaga oferecida é um fator essencial para chegar até a segunda etapa: a da entrevista. Só que é nessa hora que muita gente deixa a vaga a escarpar.

"Detalhes simples, como a maneira de se expressar e de se vestir, podem garantir ou eliminar as chances de contratação do candidato mesmo que ele tenha um currículo invejável", explica a consultora de Rh Maria Estela Souza, da empresa RP1, em São Paulo.

A velha máxima de que a primeira impressão continua valendo e faz a diferença, sim, na hora da contratação. "No processo de seleção, não deve existir preconceito, mas, dependendo do ambiente de trabalho, um visual clássico passará mais segurança do que um estilo mais despojado, por exemplo", diz a consultora. Isso porque, os empregadores estão cada vez mais rigorosos e cautelosos em suas escolhas.

"Uma contratação errada implica em tempo perdido, custos, impacto na produtividade e dor de cabeça para uma empresa". Abaixo, especialistas listam os 10 maiores deslizes que pode-se cometer durante uma entrevista de emprego e a maneira correta de agir para conquistar aquela vaga. 

Raio x do candidato
1-Cabelos

Erros: fios bagunçados, com cores exóticas ou cortes radicais. "Se você tiver o cabelo cor-de-rosa pink, por exemplo, ou um topete gigantesco, mas estiver muito bem penteado, pode até passar, mas não é a melhor maneira de comparecer a entrevista", explica Maria Estela.

Acerto: cabelos curtos e bem penteados em cores discretas. "o ideal é exibir um penteado e um corte que não chamem muito a atenção". "Cuidados com aparência não tem a ver com estilo, e sim com higiene e educação. Mesmo com um visual mais radical, é possível se mostrar com discrição e seriedade". 
2-Unhas

Erros: grandes demais, sujas e com aparência de relaxo. "Suas unhas sinalizam o cuidado que você tem consigo mesmo. Se não estiverem limpas ou o esmalte estiver descascado, deixam a impressão de que você não está tão preocupado com a entrevista", explica Maria Estela.

Para a psicóloga Thais Soares e analista de Rh do Grupo Seres, a aparência das unhas são um quesito ainda mais importante, dependendo da função que o candidato irá ocupar. "Se a vaga é para um auxiliar de produção ou de cozinha, a exigência é inquestionável", explica.

Acertos: unhas limpas e bem cortadas. O esmalte deve ter tons discretos, sem serem vibrantes, e jamais deve estar borrado ou descascando. 

3- Guarda-roupa

Erros: vestir decotes, roupas curtas e justas, cores extravagantes, camisas e ternos muito amassados ou sujos. ?Em ambiente de trabalho, uma roupa mais sensual pode chamar mais a atenção do que a competência do candidato e isso pode trazer falatório e problemas futuros?, explica Maria Estela.

"Enquanto roupas sujas e amassadas deixam a impressão de relaxo.? E, quando o assunto são as cores, é melhor não exagerar. Se por um lado dão mais leveza a pessoa, quando são alegres e vibrantes, por outro, podem tirar a seriedade da ocasião", diz.

O uso do traje social nem sempre é necessário, principalmente se a vaga não fizer esta exigência. "Cada vaga exige um perfil e o candidato tem que estar de acordo com ela, porém, você pode usar um esporte chique ou só o esporte, sem parecer relaxado", explica a analista do Grupo Seres.

Acertos: opte por peças discretas, sociais, confortáveis e com tons neutros. "Fique atento ao aspecto visual da roupa e deixe tudo passado e limpo para não causar má impressão", diz Thais. Os sapatos também são foco. Eles devem estar limpos, preservados e não serem chamativos. Mulheres, deixem os saltos altos e finos em casa.

4- Tatuagens e piercings

Erros: deixá-los `a mostra sem nenhum tipo de cuidado com a imagem que se deseja passar na entrevista: "Não podemos exigir que o candidato tenha o estilo careta, mas não dá para chegar na entrevista com um piercing superextravagante".

Acertos: Retire os piercings que estejam em lugares muito evidentes (boca, nariz, língua) e que não sejam discretos, além de cobrir partes do corpo tatuadas, que podem que comprometer sua aparência?
5- A conversa

Erros: evite os extremos. Tagarelice ou timidez em excesso não são bem-vindas. "Em geral, pessoas que falam demais querem tentar provar para si mesmas que são capazes do que estão afirmando. Já quem fala de menos, pode deixar de passar alguma informação importante e decisiva para a contratação”.

Acertos: encontre o equilíbrio. "O certo é responder o que te perguntam de forma clara e objetiva, salientando como pode contribuir para a empresa. Divagar sobre si próprio ou falar somente o básico pode prejudicar seu desempenho", explica.
Os empregadores estão cada vez mais rigorosos e cautelosos em suas escolhas
6-Detalhes da vaga

Erros: muitos candidatos, por necessidade ou ansiedade, questionam o entrevistador sobre salário e benefícios logo no início da conversa. "Quando o candidato vai direto ao ponto parece que ele não está interessado na oportunidade ou em ser um bom profissional, mas somente nos valores".

Acertos: aguarde o entrevistador abrir os detalhes da vaga. Se não ficar claro, pergunte. "O candidato pode e deve perguntar sobre a vaga e isso até demonstra interesse pela vaga e pela empresa, porém, as perguntas devem soar como dúvidas e, em momentos oportunos, e não podem, em hipótese alguma, parecer cobranças”. 

7- Assassinando a gramática

Erros: quando se está à procura de um emprego, é preciso dedicação. Não dá para ir à entrevista sem se preparar: "Cada vaga exige um perfil, mas é importante mostrar-se bem informado e disposto a aprender. Erros banais de língua portuguesa e falta de disposição são decisivos na hora da contratação”.

Acertos: "o candidato precisa se adaptar a vaga que procura. Hoje em dia, o nível de instrução exigido é muito maior. O ideal é se informar sobre conhecimentos gerais e sobre o ramo da empresa. Além disso, assumir quando não sabe algo, mas mostrando interesse em aprender, é uma característica positiva".

A dica da analista de Rh Thais Soares é que o candidato fique atento a possíveis deslizes. "Se perceber que errou em algum momento, volte e se corrija de maneira educada, sem interromper o entrevistador”.
8- Flagrado na mentira

Erros: jamais minta no seu currículo ou na entrevista sobre suas qualificações. "Muitas empresas colocam o candidato em teste prático logo na hora da dinâmica", alerta a consultora.

Acertos: exponha qualificações que você terá como comprovar, se for contratado. Faça sua apresentação de forma clara, convencendo o entrevistador de que você é o melhor candidato para a vaga. 
9-Postura desleixada

Erros: postura desengonçada, ombros caídos, voz trêmula, cotovelos na mesa, olhar disperso e mãos no rosto, em posição de tédio. "O candidato deve mostrar-se sempre confiante. Ficar corcunda, falando baixinho e com cara de medo não dá emprego para ninguém", explica Maria Estela.

Acertos: passe segurança para que o entrevistador visualize você na função da vaga. "Mantenha a postura ereta e firme, voz em tom natural e braços soltos, olhando sempre para o entrevistador", diz Maria Estela. 
10-Atrasos

Erros: não chegar na hora combinada para a entrevista denota falta de dedicação e comprometimento com a ocasião. "Imprevistos acontecem, mas o entrevistado deve ser avisado", explica a consultora da RP1.

Acertos: compareça com 15 minutos, ao menos, de antecedência e informe-se se está no lugar certo. Isso evitará transtornos e nervosismo na hora da entrevista.