Tertúlia 2699 Constrangimento terapêutico Consciencioterapeuticologia)

o que é ácido úrico?

O ácido úrico está entre as substâncias naturalmente produzidas pelo organismo. Ele surge como resultado da quebra das moléculas de purina – proteína contida em muitos alimentos – por ação de uma enzima chamada xantina oxidase. Depois de utilizadas, as purinas são degradadas e transformadas em ácido úrico. Parte dele permanece no sangue e o restante é eliminado pelos rins.
Os níveis de ácido úrico no sangue podem subir 1) porque sua produção aumentou muito, 2) porque a pessoa está eliminando pouco pela urina, 3) por interferência do uso de certos medicamentos.
Como consequência dessa taxa de ácido úrico elevada (hiperuricemia), formam-se pequenos cristais de urato de sódio semelhantes a agulhinhas, que se depositam em vários locais do corpo, de preferência nas articulações, mas também nos rins, sob a pele ou em qualquer outra região do corpo.
Estudos recentes realizados no Instituto do Coração de São Paulo mostram que níveis elevados de ácido úrico no sangue aumentam o risco de desenvolver acidentes cardiovasculares.
Sintomas
O depósito dos cristais de urato nas articulações, em geral, provoca surtos dolorosos de artrite aguda secundária, especialmente nos membros inferiores (joelhos, tornozelos, calcanhares, dedos do pé), mas pode comprometer qualquer articulação. Nem todas as pessoas com hiperuricemia desenvolverão gota, um tipo de artrite secundária, de caráter genético e hereditário, que acomete mais os homens adultos.
Nos rins, a hiperuricemia é responsável pela formação de cálculos renais (litíase renal) e insuficiência renal aguda ou crônica (nefropatia úrica).
Diagnóstico
O diagnóstico de certeza é dado por um exame que mede a concentração de ácido úrico no sangue e exige 8 horas de jejum para ser realizado.
Tratamento e prevenção
Portadores desse distúrbio metabólico devem evitar o estresse físico, o uso de diuréticos e de antiinflamatórios, assim como devem evitar a ingestão excessiva de alimentos e bebidas ricos em purina (carne vermelha, frutos do mar, peixes, como sardinha e salmão, e miúdos).
Como leite e derivados parecem melhorar a eliminação do ácido úrico, devem ser incluídos na dieta que, acima de tudo, precisa ser saudável e favorecer o controle da obesidade e da hipertensão.
Além da alimentação pouco calórica, quando necessário, podem ser indicados medicamentos para inibir a produção de ácido úrico (alopurinol) ou para aumentar sua excreção (probenecide e sulfinpirazona). Algumas pessoas precisam dos dois tipos porque têm excesso de produção e dificuldade de excreção dessa substância.
Recomendações
* Beba bastante água para ajudar o organismo a eliminar o ácido úrico;
* Prefira os alimentos não industrializados; adote uma dieta saudável, rica em frutas, verduras, leite e derivados;
* Evite o consumo de bebidas alcoólicas, especialmente de cerveja que é rica em purina;
* Não se automedique. Consulte um médico para orientar o tratamento e peça ajuda ao nutricionista para eleger uma dieta que ajude a controlar a taxa de ácido úrico e a manter o peso em níveis adequados

Tertúlia 2673 Posicionamento docente conscienciológico Reeduaciologia)

Como limpar a tela do pc

Além de acumular poeira, as telas de LCD ou LED também ficam marcadas por respingos de comida e bebidas. Fora, é claro, as impressões digitais de quem usa a tela para interagir com o aparelho ou simplesmente encosta sem querer, no caso de notebooks e TVs. Em tablets e smartphones essas "dedadas" fazem parte do uso do aparelho, mas visualmente incomodam do mesmo jeito.
É fácil eliminar manchas em telas de aparelhos eletrônicos, mas alguns cuidados devem ser tomados. Veja a seguir como limpar a tela de seu aparelho.
O que não deve ser feito e usado na limpeza?
- Não faça sua limpeza com o aparelho conectado à tomada e, se possível, remova a bateria.
- Nunca pressione a tela com força ao limpá-la.
- Não use produtos químicos como removedor, sapólio líquido ou detergente multi-uso. Quando usados em quantidade excessiva, esses produtos podem deixar marcas definitivas em suas telas.
- Quanto aos tecidos de limpeza, jamais utilize panos e esponjas abrasivas. Evite usar papel-toalha, guardanapos ou papel higiênico. Além de poderem riscar a tela quando secos, eles espalham farelos quando umedecidos.
- Muitos dizem que o movimento circular do pano na tela remove melhor a gordura. Porém, esta ação pode friccionar por mais tempo partículas de sujeira no mesmo local. Portanto evite isto.
- Por motivos óbvios, cuidado com panos encharcados de líquidos em dispositivos eletrônicos. No caso de despejá-los em excesso no aparelho, mantenha-o desligado por pelo menos 48 horas.
Qual a forma correta de se fazer?
- Quantos aos líquido de limpeza, pode-se escolher entre produtos comerciais específicos (por exemplo, Radex em gel) ou usar uma solução caseira, composta de mistura de álcool com água destilada, em proporção idêntica.
- A água de torneira não é indicada, pois contém minerais dissolvidos que podem deixar manchas.
- O tecido mais indicado para a limpeza é o usado em flanelas de microfibra, as mesmas usadas para limpar óculos. Muitas TVs novas trazem essas flanelas dentro de suas embalagens.
Caso não tenha a flanela, a limpeza pode ser feita com uma camiseta 100% algodão ou uma flanela comum. Só tenha cuidado de não passar nenhum tipo de costura destes panos na tela.
Com o material em mãos, siga os passos seguintes:
- Desligue o dispositivo;
- Borrife levemente o produto comercial ou caseiro;
- Passe o pano gentilmente da primeira vez, de cima para baixo;
- Se acumular alguma sujeira na parte inferior, repita o procedimento horizontalmente, de um lado para o extremo do outro;
- Repita os dois últimos procedimentos, até a tela ficar limpa;
- Espere a tela secar naturalmente e só depois religue o aparelho.