Descubra se você tem compulsões - Teste


Quem analisa tudo o que impede os pensenes úteis, evita, por
exemplo, o excesso de comportamentos extravagantes inúteis.
Toda pessoa, razoavelmente adaptada, apresenta uma ou outra
postura compulsiva de vez em quando.
Isto não significa que seja portadora de psicopatologia que requer
tratamento.
É apenas manifestação do Homo maniacus, apaixonado, genético,
troposférico.
Contudo, sempre é importante sabermos se nos sujeitamos a compulsões
inconscientes, irracionais, ilógicas ou francamente patológicas.
Eis, à frente, alguns atos compulsivos que impedem os autopensenes
úteis.
Arquivo programas obsoletos, com perfeita cronologia, rotulo,
embrulho e empacoto, e depois jogo no lixo?
Banho-me 1 hora antes e 1 hora depois de andar na bicicleta?
Faço caretas compulsivamente?
Dobro um casaco 5 vezes antes de guardá-lo no guarda-roupa?
Checo portas, janelas, luzes e pilotos de gás mais de 1 vez, consecutivamente?
Datilografo todos os cheques bancários sempre que posso?
Guardo tudo, inclusive fiapos do tapete?
Conto as janelas de 1 construção ao passar pela rua?
Vivo obcecado pelos preceitos e normas dietéticas?
Viro o carro em direção contrária ao tráfego?
Passo 3 horas no banheiro me esfregando a cada dia?
Espero o saldo do caixa eletrônico que a máquina não fornece, de
novo, de novo, de novo?
Elimino facas, giletes e objetos cortantes de minha frente?
Mexo no interruptor 5 vezes antes de apagar ou acender a luz?
Lavo o rosto 5 vezes por dia?
Sou compelido a ir recolhendo, por aí, todo o lixo da cidade?
Uso luvas esterilizadas e alojamentos purificados, o tempo todo?
Não toco em maçanetas e nem uso banheiro público?
Lavo as mãos várias vezes por dia sem nenhuma utilidade?
Dou passos de acordo com os ladrilhos do passeio por onde ando?
Verifico portas trancadas da casa e bocas do fogão várias vezes?
Vivo obcecado pelas questões religiosas ou místicas?
Quem pratica 5 destes atos compulsivos em uma semana, já é caso
de pensar em se tratar.
Quem puder evitá-los será o ideal.