O que é Tanatologia?


A Tanatologia é a ciência que estuda os contextos físicos da
morte e os contextos psicológicos, sociais e médico-legais com ela
relacionados.
Os tanatologistas assistem aos doentes terminais, pacientes
das unidades de tratamento intensivo, das conscins às vésperas de
voltarem a ser consciexes.
Existem hospitais especializados na assistência aos doentes
da Gerontologia ou geriátricos, mulheres e homens idosos.
A MORTE DO CORPO HUMANO REPRESENTA
UM PERÍODO PÓS-OPERATÓRIO,
CURTO OU LONGO, PARA AS
CONSCIÊNCIAS NA TERRA.
O ato de colocar o corpo humano fora de atividade, porém,
não significa o derradeiro sono, o desaparecimento, o eterno descanso
ou o fim da vida para a consciência que o estava vitalizando através

O que é tenepes?


A tenepes é a tarefa energética pessoal, diária, multidimensional,
de ajuda energética aos outros, com assistência permanente de amparadores,
a longo prazo ou para o restante da vida humana do praticante.
Em geral, surge após a tarefa do esclarecimento já vivenciada.
A tenepes é uma técnica eficaz para manter o ser humano
ligado à sua procedência consciencial, evolutiva, extrafísica, além
da troposfera terrestre, sem sujeições anacrônicas e indesejáveis às
doutrinas dogmáticas, lavadoras ou encolhedoras de cérebros, de
todos os tipos e naturezas.
As raízes assistenciais da tenepes são extrafísicas ou multidimensionais,
assentadas no amparador do praticante e no amparador
do assistido ou assistidos.
A vivência gradual ou conjunta dessas 3 tarefas assistenciais
– tacon, tares e tenepes – conduz a consciência a considerar como
factível, à vista, possível para si, a meta da desperticidade

O que é assédio interconsciencial?


ASSÉDIO INTERCONSCIENCIAL É A INVASÃO
OU INTRUSÃO DOENTIA DE
IDEIAS, EMOÇÕES E ENERGIAS DE
UMA CONSCIÊNCIA NA OUTRA.
Tal intrusão ocorre de 4 maneiras distintas: de uma consciência
extrafísica para outra consciência também extrafísica; de
uma consciência extrafísica para outra consciência intrafísica; de
uma consciência intrafísica para outra consciência também intrafísica; e de uma consciência intrafísica para outra consciência extrafísica (rara).
Portanto, existem assédios interconscienciais extrafísicos
e assédios interconscienciais humanos.
O assédio interconsciencial é a doença ou distúrbio mais comum
aos seres humanos. Incide mais sobre os nossos cérebros do
que as cáries em nossos dentes. E seus efeitos doentios são muito
piores, os mais prolongados e devastadores de todos os distúrbios
e patologias existentes.
O assediador extrafísico é igual à sombra do soma da conscin:
muda de lugar, e altera a forma com que se apresenta, conforme
o ambiente (dimensão) e a hora circunstancial (momento do destino).

O que é a adolescência?


A adolescência é o período da vida humana que sucede à infância.
Começa com a puberdade. Caracteriza-se por uma série de
mudanças corporais, psicológicas ou conscienciais integrais. Estende-
se, aproximadamente, dos 12 aos 20 anos de idade.
A adolescência corresponde à fase de absorção dos valores
sociais e elaboração de projetos que impliquem plena integração social,
mesológica ou à nova vida humana da consciência.
A fase da adolescência é um útero familiar.
Na aventura da adolescência, uma viagem programada pela
natureza fisiológica, o relógio biológico da consciência humana dispara.
Nas meninas ocorre a menarca, ou primeira menstruação.
Nenhuma das mulheres modernas esquece o primeiro sutiã e a primeira
menstruação.
Nos meninos explode a semenarca, ou a primeira ejaculação.
A programação genética obedece a um determinismo biológico
inevitável.
ADOLESCENTES SÃO CRIANÇAS
GRANDES: AINDA NÃO DISPÕEM DA
MATURIDADE SUFICIENTE, MAIS
RAZOÁVEL, DO ADULTO MÉDIO.
Daí nascem os descompassos da puberdade ou as tolices próprias
do porão consciencial da consciência renascida, no que diz
respeito à vida afetiva, sexual, escolar e social.
Na adolescência, a consciência púbere de personalidade ou temperamento
mais débil, vive a tentação de se acomodar preguiçosamente
à lei domenor esforço, às suas vocações ou talentos mais fáceis, ou a tudo
aquilo que já traz de seu passado milenar, como bagagem de experiência,
rendendo-se qual vítima inerme à automimese existencial.

O que é verdade relativa de ponta?


A verdade relativa de ponta é uma realidade mais importante,
nova ou prioritária que vale a pena ser estudada, discutida e colocada
à frente das outras da mesma linha de pesquisa e, por fim,
também refutada.
O objetivo, em nosso caso, é evidenciar as resoluções evolutivas
bem-resolvidas e malresolvidas da maioria das consciências,
em nosso atual nível médio de evolução.
O interessado vai observar que não defendemos tais verdades
relativas de ponta como cura-tudo, panaceia universal, ou princípios
absolutos para se viver.
Nem nos apresentamos na condição irracional de dono da verdade.
Não existem verdades absolutas. Tudo tende a evoluir.
Há falsas verdades nas ideias impostas e em todos os dogmas.
A dissidência faz parte de todos os empreendimentos humanos.
As verdades relativas de ponta, em sua maioria, nascem da
ebulição das opiniões discordantes.
HOJE NÃO SE ADMITE, RACIONALMENTE,
QUE ALGUÉM VIVA SOB
O DOMÍNIO ESCRAVIZANTE DE QUALQUER
DOGMA OU IDEIA IMPOSTA.No entanto, milhões de pessoas incautas ainda vivem assim,
escravizadas às opiniões erradas dos outros.
Longe de nossos interesses desejar convencer alguém sobre
qualquer coisa. Muito menos quanto às experiências pessoais e de
grupo. Menos ainda levar tais vivências às pessoas excessivamente
bitoladas, que não desejam renovação e se sentem confortavelmente
realizadas na vida que levam.
Nossa intenção é informar, de modo isento e impessoal, quanto
ao conhecimento prioritário que interessa a todos, sobre a dinâmica
da evolução da consciência.
O pesquisador consciencioso (ou pesquisadora sem espírito
preconcebido) por si próprio, comprovará, ou não, essas afirmações.
Por si mesmo, você discordará ou concordará com as ideias
expostas aqui. Seja para empregá-las utilmente na vida comum ou
esquecê-las de vez.
O mais inteligente será sempre estabelecer e procurar manter
a nossa distância natural, sadia, de toda repressão – uma ideia que
nos condiciona, de toda sacralização – alguma coisa que divinizamos,
e de toda veneração cega, ou lavagem cerebral quanto a pessoas,
ideias, instituições, objetos, lugares ou comunidades.
COMO SABEMOS, O PAPEL ACEITA
TUDO O QUE SE ESCREVE NELE.
O MICROFONE ADMITE A ENTRADA
DE QUALQUER SOM.
É mais inteligente mantermos o melhor nível de discernimento
vivencial. Só assim sobrevivemos: atuando com a lucidez máxima
de que já somos capazes na Sociedade Humana.

O que é Projeciologia?


A Projeciologia é a ciência que estuda as projeções da consciência
– saídas lúcidas do corpo humano – e seus efeitos. Isso inclui
as projeções de energias conscienciais para além dos limites da
consciência.
Sair do corpo humano, com lucidez, é a mais preciosa e prática
fonte de esclarecimentos e informações prioritárias acerca dos
mais importantes problemas da vida, elucidando-nos sobre quem
somos, de onde viemos e para onde vamos.
A projeção consciente humana – que já é alcançada e vivida
por alguns milhões de pessoas – representa um dado desconhecido
para a Filosofia Moderna.
Isso é feito diretamente pela pessoa interessada, sem intermediários,
e não só por apenas ouvir dizer.
Toda pessoa sai sempre do corpo humano, mesmo que sem
lucidez. Isso é um fato inevitável.

Você é organizado?


A coerência de nossas ações, planejadas no tempo e no espaço da
vida humana, está entre as mais legítimas demonstrações de maturidade
consciencial.
A premissa inteligente, neste caso, é o fato de que todo excesso
tende a prejudicar a organização evolutiva da consciência.
O monstro existe porque é excessivo de algum modo.
A teratologia é crescimento anormal, patológico, de algo que devia
ser normal e sadio.
Faltou, no contexto, a organização dos efeitos entrópicos.
Moderação é inteligência madura.
Radicalismo é ignorância crassa.
Se a consciência humana esquece a multidimensionalidade, ela
perde as 8 horas de sono diário necessárias ao soma, mas desnecessárias
à consciência.
Quem permanece se projetando extrafisicamente, com lucidez, o tempo
todo, pode acabar se alienando das obrigações naturais da vida
intrafísica e da execução da proéxis.
A projetabilidade lúcida tem suas regras lógicas e sábias.
Conjugar tempo, espaço e esforço, através da organização pessoal,
evidencia o discernimento maior do ego.
Fora disso, só existem imaturidades.
Nossa organização pessoal importa mais que a organização alheia.
Empurrar com a barriga é autocorrupção primária.
Não ter pontualidade nos compromissos é mau negócio.
Deixar-se viciar por alguma paixão animal pode ser suicídio lento.
Priorizar é o caminho ideal para se agilizar a autevolução.
Organizar se é diminuir repetições de vidas humanas e automimeses
dispensáveis.
Questionar é evoluir.
Veja o gabarito da sua organização através das respostas a perguntas-
teste simples.
Vivo supervalorizando atividades secundárias no todo dos meus
atos?
Conduzo minhas coisas em conjunto, ao mesmo tempo, de eito,
sem deixar rastro negativo para trás?
Termino corretamente meu esforço social, intelectual ou esportivo
bem começado?
A estrutura disciplinar de minha vida é a que melhor corresponde
aos objetivos da organização consciencial?
Sou organizado, em meus horários, a ponto de saber quando devo
parar, na hora certa, para recomeçar no dia seguinte?
Aplico excessiva paixão naquilo a que me dedico?
Desempenho diversas tarefas simultaneamente sem negligenciar
nenhuma, cumprindo novos deveres sem passar por cima de certas
obrigações antigas?
Minhas priorizações são inteligentes ou podem ser aperfeiçoadas?
Venho cumprindo minhas atribuições e objetivos existenciais e evolutivos
na Sociedade Humana?
Sei conviver com a Biologia do corpo físico a fim de não sacrificá-
lo?

Descubra se você tem compulsões - Teste


Quem analisa tudo o que impede os pensenes úteis, evita, por
exemplo, o excesso de comportamentos extravagantes inúteis.
Toda pessoa, razoavelmente adaptada, apresenta uma ou outra
postura compulsiva de vez em quando.
Isto não significa que seja portadora de psicopatologia que requer
tratamento.
É apenas manifestação do Homo maniacus, apaixonado, genético,
troposférico.
Contudo, sempre é importante sabermos se nos sujeitamos a compulsões
inconscientes, irracionais, ilógicas ou francamente patológicas.
Eis, à frente, alguns atos compulsivos que impedem os autopensenes
úteis.
Arquivo programas obsoletos, com perfeita cronologia, rotulo,
embrulho e empacoto, e depois jogo no lixo?
Banho-me 1 hora antes e 1 hora depois de andar na bicicleta?
Faço caretas compulsivamente?
Dobro um casaco 5 vezes antes de guardá-lo no guarda-roupa?
Checo portas, janelas, luzes e pilotos de gás mais de 1 vez, consecutivamente?
Datilografo todos os cheques bancários sempre que posso?
Guardo tudo, inclusive fiapos do tapete?
Conto as janelas de 1 construção ao passar pela rua?
Vivo obcecado pelos preceitos e normas dietéticas?
Viro o carro em direção contrária ao tráfego?
Passo 3 horas no banheiro me esfregando a cada dia?
Espero o saldo do caixa eletrônico que a máquina não fornece, de
novo, de novo, de novo?
Elimino facas, giletes e objetos cortantes de minha frente?
Mexo no interruptor 5 vezes antes de apagar ou acender a luz?
Lavo o rosto 5 vezes por dia?
Sou compelido a ir recolhendo, por aí, todo o lixo da cidade?
Uso luvas esterilizadas e alojamentos purificados, o tempo todo?
Não toco em maçanetas e nem uso banheiro público?
Lavo as mãos várias vezes por dia sem nenhuma utilidade?
Dou passos de acordo com os ladrilhos do passeio por onde ando?
Verifico portas trancadas da casa e bocas do fogão várias vezes?
Vivo obcecado pelas questões religiosas ou místicas?
Quem pratica 5 destes atos compulsivos em uma semana, já é caso
de pensar em se tratar.
Quem puder evitá-los será o ideal.

Aprenda trabalhar com as energias do seu corpo

ESTADO VIBRACIONAL
A técnica da autodefesa energética, em circuito fechado, através
do estado vibracional, se assenta em manobras básicas que exigem perseverança.
Fique ereto, com os pés separados um do outro.
Cerre as pálpebras.
Deixe os braços caírem ao longo do soma.
Dirija o fluxo de sua bioenergia, pela impulsão da vontade, da
cabeça até às mãos e os pés.
Se não sabe o que é a bioenergia, não importa.
As práticas lhe mostrarão, a breve tempo, a realidade energética.
Se nada sentir nas primeiras tentativas, insista mesmo assim.
Acabará sentindo, porque a energia consciencial é da sua parafisiologia
inevitável, relativa ao holochacra.
Traga de volta o fluxo da sua energia consciencial, por sua vontade
decidida, dos pés até à cabeça.
Identifique, então, através das suas sensações ou vivências autocríticas,
a direção do fluxo da energia de baixo para cima, nitidamente
contrário ao fluxo anterior.
Repita estes procedimentos 10 vezes, sentindo e discriminando
o fluxo da energia varrendo os órgãos do seu soma.
Assim começam os desbloqueios e as compensações das energias
conscienciais em seus centros energéticos ou chacras básicos.
Aumente, gradualmente, a velocidade ou o ritmo da impulsão do
fluxo da energia consciencial, por intermédio da força de impulsão da
sua vontade decidida.
Expanda, ao máximo, a intensidade ou o volume do fluxo da energia
consciencial que passará a compor circuitos cada vez maiores e mais
potentes, por dentro e por fora do seu soma.
Você perceberá isso perfeitamente.
Este fato convence você da realidade.
Instale, por fim, o estado vibracional.
O fluxo e o circuito fechado desaparecem.
Toda a sua psicosfera energética torna-se completamente acesa,
feérica ou incandescente com a energia consciencial vibrante e você
sente sem qualquer dúvida.
Repita todo o procedimento, de início 20 vezes por dia, em condições,
situações e circunstâncias diferentes, sempre mantendo-se na
posição de pé ou ereto, seja nu (ou nua) no banheiro; vestido esportiva
ou socialmente; segurando embrulhos; debaixo da luz do Sol; sob a chuva;
e por aí afora, em qualquer lugar seguindo a sua motivação.
Nunca se sabe quando precisaremos de nossas autodefesas
energéticas.
A vida sempre oferece surpresas, nem todas bem-vindas ou agradáveis.
Vive melhor quem está preparado e alerta, bioenergeticamente,
24 horas por dia, o ano inteiro.
Perde quem emprega artifícios, andaimes pseudoprovidenciais,
ou muletas parapsicofísicas, seja qual for a natureza ou a desculpa, pretendendo
otimizar ou “enriquecer” essa técnica.
Isso impedirá o crescimento da confiança na própria vontade e nas
energias conscienciais.
Quem transfere erradamente para a muleta, o esforço que precisa
empregar com a vontade sobre as energias cosncienciais, não vem a conhecer
a si próprio, discriminar as energias, e melhorar o autodomínio
emocional.

Cuidado com as ilusões da vida


A lógica apura a racionalidade da consciência.
A racionalidade gera, como consequência, o discernimento.
O discernimento instala a condição da holomaturidade.
A holomaturidade permite a evitação dos atos repetitivos inúteis
na vida humana, através dos descondicionamentos, das desrepressões
e das dessacralizações generalizadas.
Há princípios que você pode empregar, como exemplos de maturidade
consciencial maior, a fim de fazer a vacinação ou a profilaxia
das ilusões humanas, provenientes da Socin, de seitas viciantes, grupos
fascistoides e doutrinas sadomasoquistas comerciais, religiosas, ideológicas,
filosóficas, cientificistas ou mercantilistas.
Não se alienar de seu nome, posses materiais, família natural
e amigos, em favor de famílias artificiais. Manter, em quaisquer circunstâncias,
o senso autocrítico, jamais antepondo uma crença à frente de
sua vivência pessoal, prioritária.
Evitar fazer confissões pessoais no interior de uma seita ou doutrina
sectária, que podem ser usadas contra você mesmo amanhã.
Não se submeter a pressões de doutrinação, sugestão, hipnose,
sonambulismo, lavagens cerebrais evidentes ou disfarçadas por máscaras
sociais e culturais.
Não decidir qualquer questão importante pressionado pela emocionalidade.
Não participar de situações nas quais você seja exposto ou ameaçado
por abusos físicos, emocionais, sexuais, ou econômico-financeiros.
Não cultuar, seja qual for o pretexto, cânticos diários, a gurulatria
e as seduções holochacrais perineais, seja de quem for, com quem for
e onde for.
Vale afastar-se de toda conscin que queira insistentemente convencer
você.
Precaver-se contra as instituições, agremiações ou editoras que
só publicam livros apologéticos; ou só livros críticos; ou aquelas que só
editam obras de autores-prolíficos-best-sellers-industriais-comerciais-
-mercantilistas, que visam deliberadamente manter o público leitor
bibliota, na faixa dos 10 anos de idade mental.
Não aceitar generalidades vagas ou explicações inadequadas como
respostas às suas perguntas construtivas e permanentes.
Marginalizar os grupos destrutivos, mídias e sistemas controladores
de mentes que defendam predominantemente o lixo mental do
cifrão, do revólver ou do sexo.
Não se sujeitar a patrulhamentos ideológicos, alinhamentos a costumes
paroquiais, ou a modos excessivamente extravagantes de agir
e viver, ao modo das seitas políticas, religiosas, místicas, ritualísticas,
castradoras, absurdas e ridículas.
Não admitir viver sob a orientação de verdades absolutas,
inverificáveis por sua experiência, dogmas impostos, práticas esdrúxulas,
desumanas e não produtivas à autevolução.

O que é DIMENSÃO ENERGÉTICA


O mundo, seja qual for, é mera aparência fora da consciência.
Para a consciência não existe pensamento abstrato.
O conhecimento é sempre subjetivo.
Qualquer dimensão física ou extrafísica constitui para a consciência
um estado íntimo e não um lugar.
A comunidade extrafísica é o campo de energia consciencial
grupal, formado pelo conglomerado dos holopensenes de grupos de consciexes
afins e coesas, através dos vínculos de interesses mútuos e permanentes.
Considerando as 3 dimensões espaciais, a largura, o comprimento
e a altura; e excluindo a antiga 4ª. dimensão, o tempo; podemos, como
hipótese de trabalho, chamar a 1ª. dimensão extrafísica, energética, de
dimensão três e meia (3,5) ou dimener.
A dimener está para o holochacra assim como a atmosfera está
para os pulmões.
Partindo do fato de que todo campo bioenergético se situa na ainda
muito obscura dimener; e de que toda comunidade extrafísica constitui
um campo energético grupal; conclui-se que toda comunidade extrafísica se
situa também na dimener, compondo um bolsão interdimensional, específico,
de energias cosncienciais grupais, inserido entre a dimensão humana
e a extrafísica, imediata e concomitante à dimensão nossa, mais densa.
A dimener equivale ao holochacra da Terra ou holochacra do
Universo Físico.
Resta não esquecer que a consciência aplica energias conscienciais
específicas também diretamente através do soma, psicossoma e mentalsoma.
Eis 7 características básicas da dimener expostas à frente.
Área de atuação totipotente das conexões holochacrais; da condição
chamada dupla consciência; das imagens dos sonhos; e da lentificação
parapsicomotora; expansão da paravisão que lembra os efeitos dos espelhos
deformadores de imagens visuais.
Atmosfera específica da condição de descoincidência dos veículos
de manifestação da consciência humana.
Espaço-tempo da 1ª. e da 2ª. desativações somáticas. Ponto de
encontro dos seres intrafísicos projetados e dos seres extrafísicos que
passam pela primeira dessoma.
Limiar de interação e aceleração de ritmo evolutivo consciencial,
com a impermanência das formas em função das energias ativas.
Vigência do campo gravitacional como sistema determinístico.
Estágio mínimo, pelo menos, dos períodos de intermissão ou das
fases intermissivas da consciência em evolução.
Nível de atuação livre da soltura do holochacra de cada consciência
humana.

PESQUISA DE VOCÊ MESMO

Há razões lógicas, segundo os fatos, para você estudar a Conscienciologia,
através da pesquisa racional de você mesmo ou a busca do
autoconhecimento.
Sua inteligência é a mercadoria mais cobiçada e valorizada, hoje,
no Planeta. É a soma das capacidades de aprendizado, raciocínio, memorização,
adaptação ao ambiente, além de motivação e esforço pessoal.
Temos várias inteligências.
Se você é mais ou menos ajustado quanto à cabeça, é um gênio
criador, inventor, descobridor.
Vale aceitar este fato e dedicar-se ao cultivo da sua genialidade.
Não há investimento melhor do que a ginástica cerebral com
discernimento.
Vale investir em você.
Será inteligente estimular o seu cérebro agora.
Quanto mais cedo melhor. Sem qualquer egocentrismo ou paroquialismo.
Se você decidir ser, hoje, um especialista em algum campo específico
do conhecimento humano, prepare-se para ser melhor, mais
útil e culto, amanhã, quando estiver, por exemplo, na meia-idade física.
Mais prioritário ainda é procurar ser mais específico e dedicar-se
ao estudo profundo da sua consciência.
O cérebro, sede física da consciência, tem um mínimo de 100
bilhões de neurônios, trilhões de conexões, e só se enriquece quando
utilizado.
O cérebro humano é mais importante que o mais complexo micro
ou objeto já inventado.
As potencialidades de seu cérebro são múltiplas.
Toda memória, por exemplo, precisa ser cultivada. Os neurônios
precisam sempre ser massageados.
Sua capacidade de suportar esforços mentais cresce em relação
direta com o uso incessante do cérebro.
Sua compreensão há de ser alimentada igual a uma criança em
crescimento.
O cérebro aumenta o seu poderio quando exercitado corretamente,
ideia a ideia, pensene a pensene, dia após dia, semana após semana,
década a década.
Busquemos saber o que pudermos.
Sejamos cada qual, um especialista, mas vivendo o generalismo
ou a interdisciplinaridade do universalismo.
A consciência é criação individualíssima ou única, porém cada
uma precisa ser universalista em face da evolução.
Nosso esforço pessoal na manutenção do intelecto alerta, na vida
humana, é superior aos talentos na obtenção do sucesso sobre você.
Na formação de si mesmo como erudito, daqui a 2 décadas, por
exemplo, alguém há de fazer do trabalho, o seu passatempo e a sua
motivação.
Quem vive sob sugestões negativas das repressões – com “o cérebro
do tamanho de 1 noz”, com “2 neurônios, 1 no hemisfério cerebral
esquerdo e outro no direito (QI de samambaia de plástico)” – é melhor
esquecer estas reflexões.
Se você tem 5% de confiança em si, vale sair para a luta com você
mesmo.

Há 10 questões sem respostas para a Ciência convencional

Há 10 questões sem respostas para a Ciência convencional
Qual a extensão do Universo?
O caos comanda o Cosmos?
O que dirige o clima?
Como a vida começou?
Há inteligência extraterrestre?
Como 1 simples célula torna-se 1 corpo inteiro?
Quem povoou a Terra?
Quantos seres humanos comporta a Terra?
Podemos ficar livres, em definitivo, das doenças?
E, por fim: o que é consciência?
O paradigma consciencial ou o holopensene da Conscienciologia
vem pôr em plano secundário, com lógica, certas abordagens simplistas
ou superficiais das Ciências convencionais, notadamente das escolas
mecanicistas de Psicologia, vigentes em 1994.
Os estudiosos convencionais procuram entender apenas a evolução
biológica do ser humano, negligenciando o entendimento muito mais
importante e útil da evolução da consciência integrada, ou a pesquisa
da Conscienciologia, muito mais ampla, em si.
Interessam-se tão-só pelas maturidades biológica e mental da personalidade,
ignorando a mais relevante, a maturidade consciencial integrada,
pluricorporal, multiexistencial, multidimensional e multimilenar,
ou a holomaturidade.
Analisam só o corpo humano isolado, ignorando os outros veículos
de manifestações da consciência, o holochacra, o psicossoma e o mentalsoma
em conjunto.
Perscrutam a vida consciencial como sendo tão-só a efêmera existência
humana, ignorando as outras dimensões conscienciais extrafísicas
no estado da multidimensionalidade e os períodos intermissivos entre
uma vida humana e outra.
Estudam as entradas dos sentidos e sensações no cérebro humano,
mas ignoram as parapercepções da consciência, relativas ao conjunto
dos veículos ou o holossoma.
Investigam os pensamentos, os sentimentos e as bioenergias da
pessoa em separado, abordando um por um destes elementos, sem ter
alcançado a noção prática do pensene.
Abordam os 5 sentidos básicos do corpo humano ou as já conhecidas
37 entradas sensoriais diferentes, dentro do cérebro humano, em
separado, uma por uma, ao invés de um enfoque conjunto, porque a conscin,
ou consciência intrafísica emprega os seus sentidos ao mesmo tempo,
sempre, e sem qualquer outra saída.
Pesquisam tão-só a atual vida humana do soma da pessoa, sem
cogitar das existências anteriores da consciência ou da sua extensa
e diversificada seriéxis.
Consideram o Homem, ou a consciência humana, como sendo o próprio
corpo de células, dentro das abordagens ortodoxas ou puristas do
fisicalismo ou materialismo.
A Conscienciologia é a ciência mais completa quanto ao estudo da
consciência. Isso acontece muito além dos estudos já existentes e das
metas propostas pela Psicologia, a Psiquiatria, a Psicoterapia e a Antropologia;
sem falar de outras inúmeras áreas das pesquisas humanas.

Como fazer a Esfiha do Habib’s


Ingredientes

- 21/2 kg de farinha de trigo
- 125 g de fermento fresco
- 250 g de óleo de soja
- 1.350 ml de água
- 250 g de açúcar
- 25 g de sal refinado
- fubá

Recheio

- 3 1/2kg de patinho moído duas vezes
- cebola
- tomate
- hortelã
- pimenta branca em pó
- salsa em pó
- suco de limão e Tahine (Pasta de Gergelim)
- 3 g de ácido cítrico(usado como conservante natural, o mesmo encontrado na laranja e limão)

Modo de Preparo
Misture a farinha o fermento e o açúcar e deixa descansar por alguns segundos. Bata a massa até obter uma mistura homogênea, divida a massa em cinco tiras iguais e divida cada tira em vinte pedaços e faça bolinhas que devem ser passadas no fubá, deixe crescer e abra as esfihas com o recheio que já deve estar preparado.

Misture todos os ingredientes do recheio exceto o tomate, até escorrer todo o caldo da carne (para escorrer use peneira fina de plástico). O tomate, deve ser colocado depois senão o sal usado no tempero ira desidratá-lo, que fará ficar com excesso de água.
Rendimento - 100 esfihas

Para o recheio de queijo:
- 3 kg de queijo fresco tipo minas
- salsinha
- sal a gosto
- orégano ou manjericão fresco

OBS: Caso queira um menor número de esfihas, é só dividir a quantidade dos ingredientes por 2, 3, 4... Ao seu gosto!

Como fazer ovomaltine do Bob"s


Ingredientes:

-3 colheres de sopa de ovomaltine
-100ml de leite bem gelado
-3 bolas de sorvete de creme


MODO DE PREPARO:

Bata no liquidificador o leite e o sorvete por 1 minuto.
Acrescente o ovomaltine e bata até misturar. Não bata muito, senão o ovomaltine vai derreter.
Coloque em um copo grande e salpique mais um pouco de ovomaltine.