Uma boa resposta de Lily Melo

Como reconquistar sua esposa dia apos dia sem nunca perder a amor intenso?
Pergunta que fiz no Yahoo Respostas: Vai dica a todos os homens.

 Lily Melo Melhor resposta - Escolhida pelo autor da pergunta Aaain que coisa linda!!! Olha, mostre que ela é especial sempre! A faça feliz, seja companheiro, saíba escutar, mostre ser fiel, surpreenda, seja um parceiro ativo, elogie, lembre de datas especiais entre vcs, faça carinho, manda msgs eróticas e românticas para o celular ou email qdo estiverem em seus trabalhos, presentei, saiam p jantar, tira um dia p ir ao motel, vão a praia pela manhã se divirtam vão a noite curtam a lua e todo seu cenário, vão ao cinema, dar uma lingerie e pede p ela vestir e dançar, compra brinquedinhos eróticos, faça massgem sensual qdo ela estiver indisposta, vão a um passeio cultural, vão visitar um azilo e fazer caridade... Enfim... Sejam feliz! bjo!

Configurando seu teclado

Você que vive com seu teclado desconfigurado e cansou de procurar a solução e não conseguir, vou dar a dica de como resolver isso de uma vez por todas. 

1ª Passo é descobrir que layout é seu teclado e para isso acesse o esse site: 

http://en.wikipedia.org/wiki/Keyboard_layout 

 Nesse site vai ter os desenho do layout e o país de origem, pois seu teclado vai ter o layout do país que foi fabricado.

Depois que fez a grande descoberta, vá no painel de controle do seu windows e escolha a opção "Opções regionais e de Idioma".

Clique em "Idiomas" e depois "Detalhes"

Escolha o teclado do país que corresponde seu teclado e finalmente clique em "Aplicar".

BY Henrique Faust

Nossa evolução = Waldo Vieira

Projeções da Consciência

Técnica da Projeção Lúcida Vexaminosa

Técnica da Projeção Lúcida Vexaminosa

1.Amor. O alumbramento do amor puro há de crescer cada vez mais acima do que fazemos e com o que nos preocupamos. Está é a essência da cosmoética, policarma, serenismo e evolução consciencial. O amor puro entende e cede. Não chora.
2.PC. Na condição de projetor, este autor, se pudesse pedir, pediria aos amparadores para dar a todos aqueles, que já entendem, 2 semanas de Projeciologia, 1 só PC assistida, vexaminosa ou envergonhativa. Ainda mesmo que muito curta e só 1 vez.
3. Compaixão. Assim veriam com os paraolhos, vivenciando por si próprios, a compaixão da assistência direta às legiões de consciexes desesperadas e sem amor.
4.Egoísmos. Todos sentiriam mais amor real, em si próprios, através da bênção da vergonha de se reconhecerem muito egoístas em suas aflições e falsos reclamos.
5.  Contradição. O mais envergonhador, na PC vexaminosa, é reconhecer o nosso choro de bilionários do conhecimento libertário, contraditório em relação às legiões de consciexes ou seres imaturos, desestruturados em suas emoções, sombras vivas nas dimensões extrafísicas dos desesperadosdeste Planeta-Escola-Hospital.
6. Mentalsoma. Amor é saúde. Ódio é doença ou falta de evolução. Só se desespera quem odeia. Só sofre quem não metaboliza o amor puro pelo mentalsoma.
7.Abnegação. A experiência do verdadeiro amor é personalíssima. O amoré paciente e espera. Ajuda, na dose certa, em tarefas de abnegação e renúncia (tares).
8. Amparadores. Os amparadores amam. Daí por que não promovem violentações, estupros evolutivos, PCs constrangedoras ou vexaminosas, indiscriminadamente.
9. Patologia. Viemos à vida humana para sermos felizes, amar e ter prazer. Quem ama não sofre. O que faz sofrer é o desamor, a patologia do ódio ou os caprichos. Quem ama, de fato, não reivindica, não censura nem vive na insegurança dos ciúmes; compreende, perdoa sempre, renuncia com alegria, harmoniza, pacifica e se beneficia.
10. Sorriso. É vergonhoso a gente chorar por amar e ver as outras pessoas, a quem mais amamos, chorarem por amar. E o pior de tudo nesse quadro: às vezes, chorarem por nos amar. Amor é sorriso e não lágrimas. Quem diz amar e somente chora, não ama. Apenas odeia. E odeia, em primeiro lugar, a si próprio: é o auto-ódio.
11. Megadiscernimento. O egocentrismo infantil e o egoísmo adulto exigem exclusivismo e reclamam a posse de outrem ou de algo. Ódio é sectarismo. O amor é universalista, cósmico e sem fronteiras. O amor sabe, por que tem o megadiscernimento.
12. Realidades.Por aí vemos quão difícil é assimilar as realidades extrafísicas que vivenciamos através das PCs na Terra. As consciências sentem o amor sadio dos Serenões e o ódio patológico das consciexes perturbadas. Contraditoriamente, multidões escolhem o pior, pervertem o amor, ao invés de analisar e verem que elas mesmas amam, querem e precisam amar ainda mais. Quem ama não tem problemas complexos, descomplica, alivia, soluciona, enriquece e doa. O amor puro está acima de tudo.


Waldo Vieira.

700 Experimentos da Conscienciologia (1994).
Página 404, capítulo 340.

Como se projetar fora do corpo (anonimo)



 
FUNDAMENTOS :
 
1) PSICOLÓGICO: entende a projeção astral como um tipo de sonho, e considera-se mais fácil induzir esse tipo de experiência através da auto-hipnose, que exige ALGUM NÍVEL DE TRANSE, que é definido como CORPO DORMINDO (relaxamento) E MENTE DESPERTA (concentraçã0), daí o papel de manter a mente concentrada, não importa em que. O truque é manter a mente sem dormir, mas deixar o corpo dormir.
 
2) FISIOLÓGICO:  por ser uma experiência realizada em estado alterado de consciência, em geral precisa-se de alguma “droga alteradora de consciência”. A droga mais poderosa que se conhece é a DMT, que faz parte do chá Ayahuasca. Pois bem, nosso corpo produz DMT, e é justamente a glândula pineal que a produz. Como é bem conhecido, concentrar-se na pineal é uma antiga técnica para sair em astral, provavelmente porque estimula essa glândula e aumenta a secreção de DMT. Acredita-se que o túnel de luz que as pessoas enxergam nas experiências de quase morte sejam resultado de uma descarga massiva de DMT na corrente sanguínea. O corpo libera DMT no sangue e a experiência de projeção se torna uma possibilidade. Se formar muita DMT, como no caso de uma quase-morte, o cara é ejetado do corpo.  Mas para que os níveis de DMT no sangue subam, isso leva leva um tempo, daí a necessidade de manter-se concentrado: para dar tempo de a pineal produzir quantidade suficiente de DMT de modo a permitir a experiência projetiva.

Quimicamente as duas substancias são necessárias: MELATONINA E METATONINA. MELATONINA  é responsável pelo relaxamento corporal, e é vendida no exterior para ajudar as pessoas com problemas de insônia. O corpo a produz naturalmente quando ficamos no escuro, mas usa-la como remédio induz o sono por relaxamento, sem ter  o problema de ser um relaxante muscular, um produto químico estranho ao corpo e portanto com efeitos colaterais. Já a METATONINA  é o nome usado para a DMT endógena, ou seja, aquela produzida pelo corpo.
 
3) O PRÁTICO: quando estamos suficientemente relaxados o corpo etérico se expande, para poder absorver melhor as energias prânicas. Ao fazer isso ele gera uma cópia da consciência que está atuante. Se a consciência  dormiu, a cópia também está dormindo. Num segundo momento, essa cópia etérica gera uma cópia astral, que é ejetada. Se a cópia física dormiu, a cópia etérica está dormindo, assim, a cópia astral também estará, e tudo não passará de um sonho, uma experiência da mente inconsciente. Logo, o maior truque da projeção é manter a consciência sem dormir, para que na hora que a cópia for feita, seja a cópia de uma consciência acordada!!

Uma vez feita a separação do corpo astral com sua consciência acordada, a cópia física adormece e começa a sonhar, e a cópia etérica a acompanha. É aí que surge um problema, quando a mente física começa a sonhar ela começa a gerar fantasias que podem interferir na percepção do corpo astral, e as duas consciências , a física sonhando e a astral consciente, vão lutar pelo uso da energia. Se a mente física ganha, falta energia para a astral, e a gente acorda ou fica letárgico em astral e apaga fora do corpo, ficando a vagar no astral e perdendo a memória da experiência. Como a mente física ganhou a parada, ela vai gerar o bloco de memória mais forte, e por isso vamos lembrar do sonho, não da projeção.

Mas se a consciência astral está pegando mais energia, a mente física via ficar em transe, sem sonhar, logo ,não terá lembrança alguma, assim, quando  a gente volta do astral, é a memória do astral que fica como lembrança do evento. A memória de ficar na cama deitado é apagada, porque é fraca em termos de energia. Então no início não dá para sair passeando, tem que sair e voltar em segundos, antes que a mente física comece a sonhar, assim se garante que voltamos enquanto ainda temos mais energia, para imprimir a memória da saída.
 
Um detalhe, cada cópia é funcional e independente:
 
1) a cópia física fica deitada e concentrada, até a hora em que começa a sonhar
 
2) a cópia etérica está ali também, e pode ficar acordada quando a física já dormiu. Pode decidir  virar de lado para dormir (dentro da aura), achando que mexeu o corpo, ou que está insone,  embora o corpo não se mexa. Os eventos de paralisia são resultado disso, da mente etérica acordar e não conseguir mexer o corpo, porque a mente física dormiu e a astral está a passear)
 
3)a cópia astral sai e faz suas coisas, e volta jurando que vai se lembrar...

Introdução Projeção astral – Um fenômeno natural - As limitações da ciência convencional para o estudo das realidades não-físicas * Uma nova abordagem científica * O impacto de descobrir que eu era mais do que meu corpo físico * Uma nova direção na vida * O que você pode aprender com este livro e como aplicar isso na sua vida * Como encarar o conteúdo deste livro * Experimentando projeções astrais com segurança. PARTE UM: multidimensionalidade: Reflexões sobre uma realidade mais ampla A parte 1 examina um dos diversos atributos da consciência – (alma, espírito) – que é a sua multidimensionalidade Capítulo 1. Os corpos de manifestação da consciência O corpo físico * O corpo energético * O corpo extrafísico * O corpo mental * o que acontece quando nós morremos * Experiências cotidianas dos seus veículos de manifestação Capítulo 2. As dimensões não físicas A esfera extra-física de energia * A dimensão da crosta (Paratroposfera) * As dimensões extrafísicas * A dimensão mental Capítulo 3. Consciencialidade(?) extrafísica; Interações e relacionamentos transdimensionais Amparadores * Guias cegos * Intrusos Capítulo 4. Bioenergia Bioenergia- Uma retrospectiva histórica * Bioenergia- Propriedades e características * A influência sutil e os efeitos poderosos dos campos bioenergéticos * Sensibilidade energética, consciência e controle * Exercícios para melhorar a sensibilidade energética, capacidades e auto-defesa * Dicas para dominar sua bioenergia PARTE DOIS: Serialidade: As séries de vidas sucessivas A parte 2 examina o segundo atributo fundamental da consciência- sua reencarnação Capitulo 5. Carma e ciclo multiexistencial A alternância entre as existências físicas e extra-físicas * O período entre vidas * Holocarma Capítulo 6. Vestígios de vidas passadas Fobias * Marcas e defeitos de nascença * Xenoglossia e Glossolalia * Prodígios, talentos excepcionais e profissionais(?) precoces * Gênios *A síndrome de cientista * Amor à primeira vista * Aversões * Disforia de gênero * Afinidades ideológicas Capítulo 7. Os mecanismos pelos quais as vidas passadas afetam nossa vida atual Holomemória * Paragenética * Patologias do corpo mental * Estudo de um caso Capítulo 8. Retrocogniçoes O que define uma verdadeira retrocognição? * Os benefícios das retrocogniçoes * Fatores que bloqueiam e inibem retrocogniçoes * Precauções * Dicas para relembrar vidas passadas * Técnicas para produzir retrocgniçoes PARTE três: A evolução da consciência A parte 3 examina um terceiro atributo fundamental da consciência – sua evolução Capítulo 9. O processo evolucionário Recuperando a lucidez * Dicas para recuperar níveis mais avançados de lucidez (a consciência de quem você é além do corpo físico) * Recorrência existencial: A estagnação evolutiva da consciência Capítulo 10. Plano de vida Minha vida foi planejada? * Mini e Maxi-planejamentos de vida * O sucesso e a falha em realizar o plano de vida * Dez motivos pelos quais nós falhamos em completar nosso plano de vida * O Curso intermissivo * Como nosso plano de vida é decidido * Moratórias * Melancolia e euforia relacionadas à falha ou sucesso do plano de vida Capítulo 11. Identificando seus propósito de vida A fórmula dos traços pessoais fortes ou fracos * Fórmula da reciprocidade (?) pessoal * Projeções astrais lúcidas * Retrocognições * Técnica do Um-ano-mais (?) * Técnica das 50 vezes * Livros e cursos * Precauções Capítulo 12. Holomaturidade Tipos de maturidade * maturidade fisiológica * Maturidade psicológica * Maturidade intelectual * Holomaturidade * Exemplos de maturidades e imaturidades da consciência * Utilização diária do tempo Capítulo 13. Cosmoética Ética versus cosmoética * Auto-incorruptibilidade * consciencialidade * A lei do “menor dos males” * Fraternidade * Pensamentos e intenções * Princípios pessoais PARTE 4: A projeção astral A parte 4 é dedicada à da projeção astral, a ferramenta que habilita o leitor a verificar as informações contidas neste livro através de suas próprias experiências. Capítulo 14. Os benefícios da projeção astral Benefícios terapêuticos * Benefícios psicológicos * Benefícios educacionais * Benefícios parapsíquicos * Usos práticos específicos Capítulo 15. Preparação para a projeção astral Fatores externos * Fatores físicos e fisiológicos * Fatores psicológicos * Fatores bioenergéticos * Fatores parapsíquicos * Comentários gerais sobre os preparativos para uma projeção Capítulo 16. Técnicas de projeção lúcida Dicas * Técnicas projetivas Capítulo 17. Sensações comuns à decolagem e retorno Sinais de que uma projeção é iminente * Sensações durante a decolagem e retorno Capítulo 18. Rememoração e análise Por que é difícil lembrar uma projeção astral? * A importância da lucidez extra-física para relembrar os eventos extra-físicos * Fatores que favorecem a rememoração * Fatores desfavoráveis * Tipos de rememoração * Dicas para rememorar as projeções * Análise dos eventos extra-físicos * Diário de experiências extrafísicas