Serial ATA


Serial ATA


Serial ATA ou simplesmente SATA é um novo padrão de discos rígidos que deverá estar finalmente chegando ao mercado no final deste ano ou em 2003. Apesar de o padrão ter sido criado em 2000, os fabricantes de discos rígidos e de placas-mãe demoram um tempo até começarem a apresentar seus produtos e mais tempo é necessário até que os produtos cheguem efetivamente ao mercado. Na Computex 2002 vimos que os principais fabricantes de placas-mãe estarão lançando placas com porta Serial ATA ainda neste ano, então será apenas uma questão de tempo para termos discos e placas SATA no mercado.
A porta IDE tradicional transfere dados de forma paralela. A vantagem da transmissão paralela é que ela é mais rápida do que a transmissão serial, pois transmite vários bits por vez. Sua grande desvantagem, porém, é em relação ao ruído. Como terão de existir muitos fios (pelo menos um para cada bit a ser transmitido por vez), um fio gera interferência no outro. É por esse motivo que os discos rígidos ATA-66 e superiores precisam de um cabo especial, de 80 vias. A diferença entre esse cabo de 80 vias e o cabo IDE comum de 40 vias é que ele possui um fio de terra entre cada fio original, funcionando como uma blindagem contra interferências. Atualmente a taxa de transferência máxima que temos no padrão IDE é de 133 MB/s (ATA-133).
No caso do Serial ATA, ele usa um cabo com apenas quatro fios. Com isso, o problema de interferência simplesmente não existe (desde que o cabo seja blindado por fora - todos os cabos Serial ATA são obviamente blindados). Outra vantagem é que o cabo é fino e não atrapalha em nada na ventilação interna do gabinete. Nesses tempos de processadores de alta freqüência de operação gerando muito calor, essa é uma preocupação importante.
A primeira versão do Serial ATA terá uma taxa de transferência de 150 MB/s. Especula-se que a segunda versão terá o dobro dessa taxa de transferência, ou seja, 300 MB/s. Mas isso não é certo, já que a tecnologia ainda não existe no mercado.
Ao contrário do que ocorre na porta IDE tradicional, na porta Serial ATA só podemos instalar um dispositivo Serial ATA. É possível instalar dispositivos IDE convencionais em portas Serial ATA através de placas adaptadoras. Existem também placas adaptadoras para converter portas IDE comuns em portas Serial ATA, para que você