DILETANTE - Aprenda novas palavras

DILETANTE
Do italiano dilettare (deleitar, divertir), diletante refere-se à pessoa que exerce uma arte ou qualquer atividade por gosto e não por ofício ou obrigação. Um historiador já aposentado, por exemplo, pode continuar tocando pesquisas por puro prazer e interesse. O adjetivo diletante, no entanto, não se aplica apenas a pessoas. Uma “leitura diletanteseria aquela que entretém e envolve o leitor, que dedica a ela o seu tempo livre, contrapondo-se à leitura pesada de obras impostas por algum currículo ou por alguma bibliografia. Pejorativamente, o termo diletante pode ser empregado como sinônimo de “amador”. Uma “opinião diletanteem um debate, é uma opinião ingênua e rasa, que se contrapõe à opinião de um especialista.
>>Definição do iDicionário Aulete:
(di.le.tan.te)
a2g.
1. Que exerce uma atividade por prazer, e não por obrigação (esp. no que se refere a arte e cultura).
2. Pej. Que manifesta atitude imatura, de amador, em questões de ordem intelectual ou espiritual.
3. Que é apreciador apaixonado de música.
s2g.
4. Pessoa diletante.
[F.: Do it. dilettante, part. pres. de dilettare, do lat. Delectare.]

MÓDICO - Aprenda novas palavras

MÓDICO
Se alguma mensagem publicitária oferece, por exemplo, passagens aéreas, carros, vinhos ou hospedagem a preços módicos, é porque o anunciante escolheu um jeito menos usual de dizer que seu produto é barato. Quem é módico em seus gastos é comedido, poupador. Dizer que uma empresa definiu metas módicas para o próximo semestre é o mesmo que dizer que suas metas são pouco ousadas. Módico é sinônimo de modesto, econômico, moderado.
>> Definição do iDicionário Aulete:
(mó.di.co)
a.
1. Pequeno, reduzido, modesto ou que tem pouco valor (preços módicos); EXÍGUO [ antôn.: Antôn.: alto, grande. ]
2. Que é insignificante (módicos pertences); ESCASSO; PARCO [ antôn.: Antôn.: farto. ]
3. Que não excessivo ou exagerado (módica pretensão); COMEDIDO; MODERADO; MODESTO
4. Econômico, parcimonioso; MODERADO: módico nos gastos. [ antôn.: Antôn.: esbanjador. ]
[F.: Do lat. modicus, a, um. Ant. ger.: imódico. Hom./Par. modico (fl.modicar). Ideia de: mod -.]

CEDIÇO - Aprenda novas palavras

CEDIÇO
Derivado do latim sedere (estar sentado), o adjetivo cediço é sinônimo de “estagnado”. Também pode se referir àquilo que já está “batido”, que já se tornou trivial em função do uso repetido, que perdeu o viço e ficou ultrapassado. Exemplo: [Tornado cediço por sucessivas modas acadêmicas, o adjetivo “moderno” hoje parece esvaziado de todo o sentido (e pouco adianta tentar intensifica-lo com o prefixo “pós”) ] Revista Veja, edição 2195 ( 15 de dezembro de 2010), pág. 226.
>>Definição do iDicionário Aulete:
(ce.di.ço)
a.
1. Fig. Que é bem conhecido por muitos, ou por todos (história cediça).
2. Fig. Que não é ou não traz novidade, que não desperta interesse especial, por ser comum, ordinário;; CORRIQUEIRO; ROTINEIRO
3. P.ext. Que causa tédio; monótono, maçante
4. Fig. Que deixou de ser usado ou aceito; ANTIQUADO; ULTRAPASSADO
5. Estagnado, parado (água cediça).
  1. P.ext. Que não está fresco; cujo gosto ou composição se alterou; que está apodrecendo
  2. [F.: Posv. do espanhol cedizo.]

Multidimensionalidade

Muitas pessoas perguntam como fazer um bom trabalho multidimensional, como acessá-lo e manter toda a lucidez durante todo o experimento e depois relembrá-lo, quando acordar pela manhã - se bem que a experiência pode ser feita a qualquer momento . A maioria da nossa população ainda está desperta apenas no corpo físico e quando se projeta à noite, sai do corpo como um subumano, sem lucidez alguma. Ou seja, está desperto no dia, mas literalmente dorme à noite. Se notarmos a situação é pior, ele não está desperto nem de dia, ou está desperto apenas para as variáveis do mundo exterior físico como sua família, amigos e trabalho de subsistência e estudos. Só que a grande maioria não está lúcida nem para as energias que percorrem o ambiente em que estão, ou às vezes é mais ou menos assim : você "sente" uma clima pesado ou tranquilo ou uma pessoa que te irrita com quem você está conversando. Porque constantemente as energias de diversas naturezas estão circulando todos os ambientes e pessoas, criando egrégoras e até formas-pensamento que são difíceis de destruir, porque são realimentadas por diversas pessoas ao mesmo tempo, pois vejam, por exemplo os climas de repartições públicas e empresas, por exemplo. Constantemente você é bombardeado com energias de diversas categorias, positivas, neutras e negativas. Uma pessoa, pelo simples fato de pensar em outra, já está exteriorizando energias para esta outra pessoa. Se você está amaldiçoando aquela pessoa, a tendência desta outra pessoa é começar a sentir um mal-estar súbito, falta de ar, bocejar, dor de cabeça e várias outras reações negativas, pois a energia de sua aura está sendo invadida pela energia do outro que te prejudica só em pensamento. Também pode ocorrer o contrário, em que você se sente bem, feliz, eufórico de forma súbita ao receber uma energia de alguém que gosta de você. E isto tudo não precisa de proximidade, uma pessoa pode estar em outro país ou em outra dimensão e exteriorizar energias positivas ou não para quem ele quiser a qualquer momento. Também não precisa somente receber energias de pessoas do plano físico, mas também receber energias de desencarnados do plano astral, seres do plano mental e de amparadores de sexta a nona dimensão ou mais. Nestes últimos casos, recebendo energias de amparadores, você sente banhos de energia positivíssimos sobre você e até consegue ver as outras dimensões mesmo estando acordado aqui no plano físico. Se você se conectar com este tipo de seres, passa a ter a ajuda deles que é transcedental, na sua rotina, de tal forma que você cria uma bolha que corresponde a um cinturão de energias que não é fechado, pois tudo o que for bom pode passar pelo cinturão e tudo que é do negativo é automaticamente expulso de sua psicosfera. Em nosso mundo físico, astral e mental há , então, um constante bombardeamento de energias, criados por formas-pensamento positivas ou negativas, por seres conectados ou desconectados do seu Eu Superior e não existe nenhuma lei que proiba você de pensar. Simplesmente vale tudo no campo energético. Então, de nada adianta, você fazer as tarefas do plano físico, cuidar da família, estudar e se divertir, por que além disso existe uma dimensão energética que interfere em seu campo energético a todo constante, quer você queira ter consciência dela ou não. Muitas mudanças de humor decorrem destas energias, às vezes você está radiante, às vezes no fundo do poço e muitas vezes não são nem problemas pessoais seus, é que você ainda não se despertou e não percebeu a dimensão energética e que é fundamental ter consciência dela, se você chegar um dia a fazer experiências parapsíquicas em alto nível, contatar amparadores que existem além do nível mental e fazer trabalhos multidimensionais com lucidez, queira ou não, vai ter que dominar suas energias, exteriorizando ou irradiando um teor positivo para o ambiente onde está e para as pessoas com quem convive. Porque os amparadores de verdade, percebendo sua aura que irradia paz , lucidez e criatividade, vão começar a acompanhá-lo no seu dia-a-dia, para inspirá-lo em ações ainda mais conectadas com o TODO. Existe a pessoa "incendiadora", que por seu hábito de exteriorizar energias ao ambiente, como não conecta ao seu Eu Superior, tenta para compensar, drenar a energia dos outros, poi isso tenta manipular, controlar , hipnotizar e atingir os pontos fracos das outras pessoas e traz uma ambiente denso e negativo onde está; há várias pessoas assim. Esta pessoa tende a ser tão negativa que acaba atraindo consciências densas do plano astral e até do mental, no sentido de drenar ainda mais a energia dos circundantes no dia-a-dia, Só que este ser é um saco sem fundo, toda a energia que ele drena dos outros no dia-a-dia, ela perde para seus assediadores à noite, quando tem sonhos pesados ou os chamados pesadelos, pois nunca está de bem consigo mesmo. Como pela manhã, ele sente esgotado por também ter sido drenado pelos assediadores à noite, logo no início do dia desenvolve atos de manipulação e controle e começa a drenar energias dos outros novamente. Este ser é sempre muito dependente e vai ter trabalhar muito sua psiquê se quiser melhorar. Agora, também , existem as pessoas "higienizadoras", que irradiam energias de tão alto padrão, alegria, felicidade, serenidade e estão sempre de bem com a vida que melhoram e limpam energeticamente as energias densas ao redor. A sua presença é um acalento para os outros, sorri bastante e sempre procura ajudar, pois está sempre à disposição. Como só faz atos positivos, tende a trazer a sua psicosfera , a presença de seres amparadores que multiplicam seus bons atos. Existem, também pessoas que são dos dois tipos : às vezes são incendiadoras e às vezes são higienizadores, conforme os ambientes e pessoas com quem contatam no dia-a-dia e baseados na energias destes, mudam sua ação para um desenlace positivo, neutro ou negativo. Ou seja, ele é dominado e reage com base na energia que vem de fora : se lá fora está tudo bem, irradia só energias positivas também ; se lá fora está mal, então ele também se torna um assediador. O ideal é que a pessoa dominasse as energias, independente do ambiente onde está ou da pessoa com quem está conversando, pois daí seria um epicentro ambulante que amparado por seres que existem além do mental, só irradiaria energias de limpeza energética e atos construtivos para o contexto total por onde quer que passasse. O que queremos concluir neste parágrafo, é que você dominando animicamente ou sozinho suas energias sem precisar até de ajuda de amparo, vai fazer com que você acabe trazendo estas consciências positivas por seu próprio padrão energético. Também, uma pessoa pode conseguir este amparo por ajuda de guias que te dão lucidez, mediunizando-o, só que não é a mesma coisa. O melhor e mais prático é que você seja o controlador das rédeas, que você acesse realmente o seu Eu Superior e daí a partir da lei natural da atração, estes amparadores venham até você. Assim estará lúcido em qualquer situação e em qualquer dimensão. Os seres humanos da Terra, mais parapsíquicos tem uma característica de acessar apenas o plano astral e mental por sua própria limitação e estes até em seus cursos e palestras duvidam da existência dos planos além do mental , porque pensam demais e não conseguem silenciar sua mente. A mente é como um macaquinho que acha que é a "majestade" e critica, questiona, e raciocina, por que é arrogante e não deixa que seu Eu Superior se manifeste. Pessoas deste tipo vivem em constantes dúvidas, alto grau de ceticismo e são infelizes, pois estão desconectadas. Se acessarem e aceitarem a presença de Eu Superior, vão acessar as dimensões intuitiva, espiritual - a que é realmente a espiritual, a monádica e a logóica, pelo menos, estando lúcido em todas elas. Conheço várias pessoas que se projetam bastante, mas só nas dimensões astrais e mentais, isto já é alguma coisa, mas estando nas dimensões intuitivas e adiante é muito mais esclarecedor.

Também há pessoas que pensam que apenas comprando um livro sobre viagem extracorpórea e aplicar as técnicas que estão ali, que acham que sairão com facilidade do corpo. Aí temos que explicar muitas coisas : se a pessoa já teve a tendência de nas vidas anteriores experimentar a experiência extracorpórea, deve conseguir com mais facilidade. O que pode acontecer, também, é que amparadores técnicos em projeções te ajudem todo dia a você a experimentar tal ocorrência, desde que você a tente num horário específico, sempre o mesmo. Exitem diversas técnicas de projeção : projeção através de jejum, da sede, da autovisualização projetiva, do despertamento do sonho ou estado onírico, através de música relaxante, através da emissão de ondas cerebrais por aparelhos sintonizadores de ondas cerebrais, através da ajuda pelo chamamento do amparador e muitas outras. Só que a melhor técnica, para você ter experiências multidimensionais é o da autoconscientização diária e a todo instante. Por exemplo, o primeiro parágrafo explica como dominar as energias e ficar atento às energias que você emite e recebe ; ou seja, orai - mantendo um estado de serenidade a todo instante- e vigiai - as energias do ambiente e das pessoas com que você convive, mesmo as intrusões energéticas de desencarnados que estão no ambiente. Quando você acessa a multidimensionalidade, você começa a desenvolver vários fenômenos chamados parapsíquicos : clarividência viajora, quando você em estado de sono visualiza alguém ou alguma pessoa e de repente, mentalmente você a vê porque exteriorizou suas energias nela , e depois, ao dormir, possivelmente vá visitá-la à noite, na projeção consciente ; começa a perceber por telepatia o que os outros pensam : e muitas vezes as pessoas pensam uma coisa e dizem outra aqui na superfície do planeta Terra - há muita hipocrisia rolando ; faz assistência aos chacras das pessoas com quem você conversa, mesmo que ela não saiba ; como você acessa o Eu Superior delas e passa inspirações que ainda não chegaram a elas, porque estão presas no trinômio que eu chamo de ego-mente-emoção, ou seja ainda não conectaram seu próprio Eu maior ; você evita debates e discussões acaloradas de qualquer tipo, pois percebem que estas ocorrências são só um modo pelo qual os encarnados ou desencarnados descompensados energeticamente estão tentando drenar as energias dos outros - e isso é um grande problema, porque eles drenam a energia dos outros, só que não sabem se a energia que veio é boa ou ruim, e por isso podem até piorar o estado psíquico deles ; você começa a ter muitos estados de dejavú em que percebe que já passou por uma determinada situação ou experiência, já conheceu antes outra pessoa, já leu um livro - muitas vezes, aqui, a pessoa pode estar se lembrando de encontrar certos lugares ou pessoas que conheceu nesta ou em vidas passadas, ter lido um livro em outra "encadernação" anterior, etc ; você desenvolver clarividência facial, em que quando vai dormir à noite, percebe a imagens de rostos diversos, alguns até estranhos que não seria nem capaz de imaginar que são os seres que estão no seu plano astral da casa naquele momento ; pode desenvolver diversos insights ou ideias que te clareiam um problema a ser resolvido ou um comportamento ou ação a ser tomada que vai beneficiar todo um ambiente e contexto, como se viesse do nada ; na verdade, você pode desenvolver vários fenômenos parapsíquicos e é bom que não conte isto para ninguém e os faça apenas para beneficiar o TODO. Não é recomendado, de nenhuma forma, que você use estes dons para fazer um "show" parapsíquico para ganhar ou não dinheiro ou para ficar famoso e também não é bom cobrar por feitos espirituais ou parapsíquicos - a menos que você só queira saldar as despesas dos eventos ou apenas estar sobrevivendo com a venda de livros - tudo isto, porque quando você comercializa ou banaliza certos fenômenos, está baixando o seu padrão de energia e vai atrair na sua psicosfera assediadores aproveitadores e de baixíssimo nível vibratório que vão te desconectar você do seu Eu Superior e do TODO. Se você não domina as referidas bioenergias, começa, sim , a bloquear seus centros energéticos, primeiramente ; depois vai ter que consultar um médico que vai te receitar vários remédios que muitas vezes são intrusivos ao seu corpo, trazendo vários efeitos colaterais ; como o problema não é físico, são só desarranjos a nível psíquico e emocional, mesmo que o remédio cure o problema localizado, o problema psíquico ainda existe e daí outro centro energético é bloqueado. Ou seja, como o problema é psíquico, não adianta tomar só os remédios, tem que haver uma reflexão íntima para perceber qual o bloqueio emocional, e muitos destes bloqueios não vem inicialmente de você mesmo, são só decorrentes das energias que gravitam ao redor de você referente aos ambientes e pessoas com quem conversa, porque você é um sensitivo-esponja, que absorve tudo o que de bom ou ruim vem a você, mas não sabe como manter a imunidade e como transmutá-los. Por tudo isso é que necessário desenvolver uma auto-defesa energética que o imunize das ocorrências ao redor. Para terminar este parágrafo, informamos que você pode, então, sair do corpo usando várias técnicas mostradas em livros ou pela ajuda de amparadores, mas é só através da autoconscientização diária das energias que saem e que vêm até você e saber imunizar-se durante todo dia, é que vai trazer uma experiência multidimensional totalmente lúcida, com toda rememoração e que faz com que pela absorção de energias além do nível mental, você se sinta tão bem durante o dia, que qualquer ocorrência chamada negativa no máximo só "arranha" você.
Também vamos enumerar certos detalhes que é melhor levar em conta se você quer fazer uma experiência fora do corpo :
  1. Dormir sempre em decúbito dorsal ou de barriga para cima. Explicação: é a melhor posição por dois motivos - você rememora a experiência com maior lucidez e o cordão-de-prata sai pela região da frente do corpo. Se dormir de lado ou de bruços, o cordão vai sair de lado ou por trás, e por incrivel que pareça isto diminui a clareza da experiência e sua rememoração;
  2. Nunca se alimentar momentos antes : porque a energia vai ficar direcionada para o seu metabolismo e não para a projeção, além de provocar sons "estranhos" na barriga;
  3. Nunca assistir filmes de violência ou de terror antes da experiência, porque assim você pode pelos pensamentos evocados, ir parar nos planos astrais inferiores ;
  4. Procurar fazer a experiência sozinho em cama de solteiro, porque se você for casado, os movimentos do seu companheiro (a) podem evitar o relaxamento do seu corpo, e assim, a experiência não ocorre. Sei que é anti-romântico. Então, tente a experiência sozinho durante uma hora e meia e depois pode procurar seu companheiro (a).
  5. É neste caso, melhor ser vegetariano, porque os produtos animais vêm saturados de energia de medo e terror dos animais,quando eles morreram e também fazem com que você só atinja níveis dimensionais inferiores. Se não puder ser vegetariano, pelo menos coma só carne branca, nunca vermelha;
  6. Procure, em decúbito dorsal, relaxar primeiro seu corpo e depois procure esquecê-lo ( há meninas que, por exemplo, brincam de estátua ) , não ceda aos desejos de se coçar, ou mudar de lado. Insista no não movimento. Chegará uma hora em que você não sentirá seu corpo, nem lembra se colocou as mãos em que posição e não sente as pernas. Esse é o começo da descoincidência, em que o corpo físico está desmobilizando as energias nele e passando-as para os outros veículos de manifestação : corpo astral, mental ou acima ;
  7. Não sinta medo de qualquer espécie neste momento e aproveite para mentalizar a pessoa ou lugar que você quer visitar;
  8. Você pode sentir neste momento picadas, sensação de energias subindo e descendo pelo corpo, formigamentos, alfinetadas e isto é positivo, pois amparadores técnicos em projeção estão ali para te ajudar;
  9. Você sente um sensação de inflar ou de crescer de tamanho, este é o balonamento, neste momento também é inviável sentir medo ;
  10. Se a experiência for totalmente lúcida, você verá que saiu do seu corpo físico, que está la embaixo e você está em outro veículo de manifestação - astral, mental, intuitivo, etc
  11. Pode ser que você saia em alta velocidade, pois o corpo astral volita e não anda como no físico. Há pessoas que dizem ter sonhado que estavam voando, neste caso elas estavam projetadas, fora do corpo, mas não tiveram lucidez, como se fossem sonâmbulas , ficaram voando por aí ;
  12. Também é bom controlar os pensamentos, porque se você conseguir se abstrair de seus pensamentos cotidianos, rotineiros e de qualquer pensamento tridimensional, estará se esquecendo de sua personalidade de terceira e até de quarta dimensão, daí consequentemente deixa seu ego esquecido e atinge até acessar seu Eu Superior, que está bem além da mente com seus questionamentos, descrenças e arrogância ; assim, estando pelo menos no plano intuitivo ou além, vai interagir com consciências extrafísicas daquele nível maior e fazer trabalhos multidimensionais cruciais para o planeta Terra ;
  13. Pode ser que quando você está saindo do corpo sinta uma presença negativa no local do quarto. Este é um assediador seu que não quer que você o descubra, porque ele é que drena suas energias do dia-a-dia e vai criar um clima de terror que faz você voltar ao corpo. Nesses momentos é interessante meditar ou chamar a presença dos seus amparadores. Agora veja, que o assediador, pode por brincadeira, passar por seu amparador. Exteriorize energias nele, se manter a mesma forma é seu amparador, se mudar é um assediador querendo drenar sua energia ; Por isso é ideal que você medite antes da experiência para limpar o ambiente e tirar o assediador dali ;
  14. Às vezes os amparadores te levam diretamente a locais ou dimensões distantes, em que você passa por túneis em grande velocidade, apenas passe por eles, sem vacilar ;
  15. Em alguns momentos do dia, mentalize que você vai se projetar à noite e também decida que você vai ficar lúcido durante toda a experiência e relembrar tudo no final, quando voltar para cama ; isto são apenas afirmações positivas, cujas energias vão ser mobilizadas para você conseguir o efeito desejado ;
  16. Tenha fé que vai conseguir, porque na verdade todo mundo sai do corpo à noite. Os exercícios apresentados aqui favorecem a rememoração e a lucidez e tudo o que foi publicado neste artigo, se você aplicar, como o domínio das bioenergias no dia-a-dia, vão te trazer cada vez mais lucidez quando você sai do corpo, às vezes você atinge um grau de lucidez maior do que no plano físico, ou seja a experiência é mais real do que o próprio holograma que caracteriza sua vida física ;
  17. Se você não conseguir sair do corpo no início, não desista, há muitas pessoas que demoram seis meses para conseguir alguns sucessos. Na verdade, existem duas variáveis importantes : se você já fez experiências extracorpóreas lúcidas em outras vidas, vai conseguir repeti-las com facilidade em um tempo bem menor - há pessoas que se projetam logo na primeira vez ; a outra variável é que existem, às vezes, amparadores peritos em técnicas de projeção consciente que agilizam o processo e assim, é só relaxar e aproveitar.
  18. Não tenha medo de que possa morrer no plano extrafísco, na verdade o grande perigo de morrer realmente ocorre no plano físico ; não tenha medo de que seu cordão-de-prata vai se cortar, porque ele é plástico e totalmente flexível, é impossível que apareça uma pessoa e corte seu cordão-de-prata - a unica forma de acontecer o corte do cordão é se você fizer parte de governos secretos ou for muito anti-ético no seu dia-a-dia. Conclusão: o plano físico é que realmente perigoso, você pode ser atingido por uma bala perdida, cair um satélite sobre sua casa e outras ocorrências não tão insólitas como estas, enquanto que no plano extrafísico você só pode ser atingido por energias emocionais , que só ocorre porque você não as domina no dia-a-dia.
  19. Para informação de todos a projeção extracorpórea é uma capacidade natural que você tem, assim como você respira, fala e come, a experiência extra-corpórea é comum todos os dias . Se você, por exemplo, dormir , oito horas, provavelmente durante umas seis horas e meia irá apenas dormir e seu corpo astral só fica um pouco desencaixado acima do corpo físico e dormindo também, com a criação de imagens oníricas ; só que durante uma hora e meia por dia, você se desencaixa totalmente do seu físico, e os outros corpos viajam por outras dimensões, então o problema não é se projetar, mas sim, como ficar lúcido e relembrar a experiência. O maior problema não é a pessoa se projetar, mas deixar de se projetar, porque numa projeção consciente você absorve tanta energia positiva que quando retorna ao corpo não tem nem mais necessidade de sono. E também não se projetando você fica naquela situação que denominamos recesso projetivo e você está perdendo um terço do seu dia com a inútil inconsciência. Lembre sempre que a maior de parte de você que são o corpos intuitivo, espiritual,, monádico e logóico nunca encarnam, na verdade, ou seja a maior de você não está encarnada realmente. Se você prioriza o físico, não sabe o que está perdendo : simplesmente está morto a nível multidimensional. E isso já vem de eras e eras de encarnações antigas...desperte então.
Agora, vamos procurar específicar alguns pontos que ajudam a fazer uma boa experiência extracorpórea , fazendo um belo trabalho espiritual. Os ambientes onde são feitos estes trabalhos, seja nos planos terrestes, intrarrestres, intraoceânicos ou naves extraplanetárias são verdadeiros ambulatórios de caridade. Neles, as patologias espirituais são diagnosticadas ou mesmo tratadas pela chamada medicina vibracional. São, portanto, locais onde a luz celestial é espargida através dos melhores sentimentos,meditações ou orações. Da mesma forma que hospitais e clínicas necessitam de silêncio para o bem-estar dos pacientes, as sessões de tratamento espiritual requerem o silêncio e a concentração. Esses dois atributos fazem com que os médicos do espaço, e outros irmãos que os ajudam, possam desenvolver seu trabalho de maneira eficiente, trazendo para os pacientes os benefícios necessários. Mantendo-se no silêncio, estarão contribuindo para a cura e o resultado será benéfico em todos os aspectos.

Também o trabalho espiritual requer de seu praticante uma grande dose de dedicação e renúncia. São necessários o estudo constante, a realização da meditação e a certeza de que sempre faltará muito para aprender. Tudo voltado para a conscientização de que o objetivo é ajudar o TODO, onde os outros estão incluídos, que somente não ajudaram nas curas da matéria e do espírito, como também no exemplo dado aos demais que observam as tarefas realizadas. Porém, a base de tudo se denomina humildade. Sem ela, quem se dedica ao trabalho espiritual estará desperdiçando energias que poderiam ser canalizadas para práticas mais construtivas. Dessa forma, seja crítico do seu comportamento. Comunique ao ego que você é superior a qualquer manifestação de vaidade.


Também, cuidado com as palavras que dizem. Avaliem se estão produzindo leviandades e intrigas que afetam os outros. O silêncio é preferível à fraqueza de proferir frases desabonadoras, fruto do descontrole da razão. A prática da ajuda multidimensional também envolve o silêncio a respeito da fraqueza dos outros. Se desejarem falar a respeito, então falem com seu Eu Superior. Mas, também, procurem identificar suas próprias falhas, e vejam se não precisam meditar para transmutá-las. E entendam os defeitos dos outros como ensinamentos, para que não venham a fazer o mesmo. Assim, antes de criticarem, ou falarem sobre a vida dos outros, levantando suspeitas, parem e pensem. Avaliem o quanto esta preocupação fútil está lhes desviando do próprio progresso. Caso contrário, estarão, amanhã amargando o tempo perdido com fatos que não lhes cabia comentar ou julgar.


Aqui pode ser um assunto espinhoso. Um dos maiores problemas que atualmente afligem a humanidade é a utilização de substâncias que causem dependência, como drogas, fumo e álcool. O vício pode levar ao desespero e á morte. A destruição moral e física se processa de forma lenta, invisível e silenciosa.Se você quer fazer um trabalho multidimensional tendo algum os vícios acima, até pode desempenhar alguma ajuda, mais ela vai ser mais em nível astral somente, pois como você ingere substâncias de baixo nível energético, vai atrair companhias de seres desencarnados do astral que também querem e precisam da energia daquilo que produz o vício. Então, a pessoa só acaba fazendo assistência a um grupúsculo de seres desencarnados que ainda não se conectaram e nem querem se conectar ao seu Eu Superior. Será, então, que vale a pena ? E muitas vezes , nestes casos os seres desencarnados ficam fazendo intrusões energéticas no seu campo de energia sugerindo que você fume, ou beba ou desfrute das energias das drogas. Então , aqui, não se trata de assistencialidade, mas sim de dependência mútua. Se uma pessoa encarnada, tentar fazer uma experiência extracorpórea estando nestas condições, pode até conseguir, mais vai encontrar do outro lado os seres desencarnados do astral que a manipulam. É um círculo vicioso.


O trabalhador multidimensional sempre deve desenvolver vigilância do comportamentos dos outros, mas principalmente a vigilância do seu próprio comportamento e que deve ser permanente. Trata-se de uma tarefa difícil de ser executada, porém, com o tempo, se torna um hábito, um procedimento natural incorporado ao cotidiano. E acaba por se tornar leve, imperceptível. A vantagem desta conquista está fortemente vinculada ao desenvolvimento espiritual de cada um. E o raciocínio que a justifica é simples. Toda vez que tiverem pensamentos duvidosos, a vigilância os fará meditar a respeito. Para cada atitude que possa ter uma energia de agressão ou de vaidade destrutiva, a vigilância lhes chamará à realidade para pensar sobre o que fazem. Por fim, a vigilância deixará de se manifestar após as imperfeições cometidas, para se constituir em elemento a priori, que os alertará sobre consequências. Ela se mesclará com a meditação sobre a responsabilidade dos atos a serem praticados. E estarão, assim, caminhando pela via que os leva à ascensão. Pois a elegância e a integridade de atos e de pensamentos são a apresentação ou o cartão de visita energético de cada um por onde passem. Assim, sua consciência fica sempre leve e iluminada.


Quando realizamos missões no plano multidimensional, notadamente em planos astrais inferiores, encontramos seres em estado deplorável, necessitando de assistência imediata. Para que sejam ajudados, as falanges de luz que executam o trabalho oferecem levá-los para locais onde poderão ser tratados e orientados, no sentido de que tenham paz e possam daí crescer espiritualmente. São inúmeros os casos, entretanto, que estes seres rejeitam qualquer tipo de auxílio, preferindo ficar onde estão, sofrendo em locais insanos. A decisão deles , então é respeitada, levando-se o livre-arbítrio de cada um em consideração. Ao ouvirmos isso, podemos perguntar : porque alguém prefere viver na escuridão em detrimento da luz, viver no sofrimento rejeitando o conforto espiritual e a paz. Essa é uma questão que pode ser avaliada entre os encarnados na Terra, tendo em vista que é mais comum do que imaginamos. Vocês poderiam perguntar a um criminoso o porquê de acabar com vidas alheias e consequentemente com a própria vida. Ou desejar saber de um viciado em drogas o porquê de se entregar ao martírio, ao invés de preservar o corpo e a saúde. E questionarem de alguém moralmente ferido o porquê do desejo de vingança, deixando de ver que a vida continua e muitas opções melhores surgem nesse caminho. E as respostas ? Serão os homens masoquistas que se dedicam ao auto-flagelo ? Ou será a ignorância que domina aqueles que adotam a indolência como prática de vida ? A indolência significa, muitas vezes, acontece porque o ser despreza o estado meditativo e não quer nada com esta história de conectar com seu Eu Superior, e justamente esta meditação é que levaria o ser para fazer escolhas melhores. É a preferência, na forma de orgulho, pelo que existe de pior, por não terem a humildade de reconhecerem que somos todos imperfeitos e só nossa vontade pode melhorar nosso estado. Indaguem à própria consciência o porquê de vários atos que praticam. Essa será a forma de descobrirem o porquê de muitos sofrimentos que passam, percebendo as imperfeições de cada um devem ser transmutadas pela força interior. E quanto mais os seres trabalharem suas imperfeições ou seu "porão" da consciência, vão cada vez mais, atingindo patamares maiores de ajuda na multidimensionalmente, vão começando ajudar em níveis intuitivos e além , em ambientes macro, como estrelas, galáxias e todo o UNIVERSO. Quanto menos ego mais expansão da consciência e mais amparo multidimensional.


Vamos explanar agora, sobre o equilíbrio mental. O plano físico da Terra se distingue pela presença de entidades espirituais que ainda se encontram presas à matéria. Justamente por desconhecerem os princípios das lei maiores do Universo que regem a esfera espiritual, seus campos de manifestação se limitam a ocupações que em geral são cercadas pelo desequilíbrio de toda espécie. Para conseguirem a energia de que necessitam para as atividades que promovem, elas atuam sobre os encarnados como se fossem parasitas, absorvendo os fluxos energéticos através dos órgãos vitais, como fígado, rins, baço e pulmões. Essa atuação é ainda mais intensa, quando a virtual vítima também se encontra em desequilíbrio, derivado dos sentimentos inferiores como o ódio, ciúmes, inveja, e outros que afetam negativamente. Cria-se, assim, uma interação através de campos de força similares, negativos, tendo em vista que o encarnado fica sintonizado com aquele que, do plano astral, lhe aspira as energias vitais. Deve-se ser dado, então, um alerta para que os homens e mulheres controlem seus pensamentos. O equilíbrio mental e seu direcionamento para a meditação são fundamentais. para a imunologia do corpo e do espírito. Pois é através do auto-controle que os maus sentimentos serão rejeitados, dificultando as ações vampirescas que foram mencionadas anteriormente. Uma mente equilibrada a nível multidimensional, portanto, não é apenas um ícone para a sobrevivência do corpo na Terra. Mas, também um canal de acesso para quem esteja sintonizado com as dimensões superiores. Veja você como uma antena, que capta e irradia. O que você está captando agora, é bom, é ruim ? e o que você envia para o Universo é confuso, ou é construtivo, apaziguante e relaxante ? Lembre da lei da atração, você pode ser uma vítima do Universo, ou um co-criador com o Universo.

 
É nessário também, ter noção do poder da mente, eles o utilizam descuidadamente todos os dias. No momento em que mentalizam um desejo, ele é imediatamente plasmado no plano astral, ficando ali registrado como num arquivo, que se for intensamente utilizado acaba por despertar a realidade. Isto ocorre tanto com pensamentos construtivos quanto com os destrutivos. O que significa que se desejar mal a alguém pode fazer com que a pessoa, de fato, seja atingida e prejudicada, mesmo que aquele que produziu o pensamento, na prática não tenha coragem de fazer qualquer mal ao atingido através de atos concretos. Daí a importância do termo errar por atos e por pensamentos. Pois ambos podem gerar efeitos nocivos, mesmo que o pensamento seja interpretado como de causa involuntária. E essa realidade pode causar até um mal-estar passageiro, até acontecimentos muito graves, dependendo do estado psicológico de quem os recebe. Seja qual for a intensidade, entretanto, trata-se de um mal que provoca danos, e que poderia ser evitado. O importante é que cada um saiba canalizar seus pensamentos para esferas do bem, esquecendo dos irmãos com quem não compatibilizam. Pois, dessa forma, além de não estarem errando por pensamento, estarão se desvinculando das esferas negativas que plasmam as agressões mentais, originárias também de outras pessoas. E essa é a melhor forma de fazer do pensamento a forma voluntária da prática do bem, a qual exige eterna vigilância.

 
Os momentos do sono são muito mais preciosos do que possam imaginar. São horas que além de promoverem a recuperação física pelo descanso, possibilitam aos encarnados passeios por outros planos dimensionais. Entretanto, é importante que saibam, não estar afastada a possibilidade de que tais experiências aconteçam em planos astrais inferiores. Isso porque o espírito costuma ser atraído para os locais condizentes com a vibração que ele emana. Assim, indivíduos com desejos inferiores como o ódio, a vingança e a inveja, entre outros, durante o sono se agregarão a falanges espirituais com os mesmos sentimentos, em locais de sofrimento, chegando muitas vezes às trevas. Quando isso ocorre, o encarnado acorda cansado, como se tivesse despendido muita energia durante o sono, além de visões que interpreta como tendo sido pesadelos. Esse fato implica numa questão séria a ser abordada. A de que a busca pela evolução real, além de ser vital para cada um, também afasta de sentimentos que os conduzem aos planos inferiores. Uma pessoa por exemplo, com carência sexual, pode se encontar com um ser do plano astral inferior, exatamente com a aparência de quem seria o "príncipe" ou "princesa" que ele imagina e deseja. Acontece o ato sexual extrafísico, mas ao acordar de manhã a pessoa se sente drenada e totalmente cansada, pois foi um ser astralino que percebendo as preferências do encarnado, mudou sua aparência para o que o encarnado espera, aí é drenada a energia deste pelo astuto desencarnado mutante. Então, no plano astral é comum a transfiguração extrafísica em que o ser desencarnado pode mudar a aparência para quem quiser ; podem se passar por Buda, Cristo, A Mãe, Ashtar Sheran e muitos outros seres que impressionam a vítima encarnada, Portanto, uma dica : quando virem um ser assim, procurem exteriorizar energias suas para eles, se for o mutante , a forma dele muda para a real, se for real , a aparência não muda. Sinta também as energias. se você se sente bem na experiência e até alguns dias adiante, deve ter interagido com um ser superior, se sente cansaço, mal-estar e "quebrado" é por que foi um ser desencarnado do astral de baixo nível evolutivo que só queria drenar suas energias. Por isso é importante ainda que, antes de dormirem, programem o sono. Essa programação pode ser realizada através de meditações, mantras ou orações se assim preferir e do desejo firme de que sejam orientados para planos dimensionais superiores, onde poderão aprender com seres realmente mais evoluídos, e até mesmo trabalharem na edificação de valores ali construídos. Sendo assim, encarem o sono como repouso físico, mas também como desenvolvimento parapsíquico necessário ao conforto e à evolução do espírito.


 
Ainda falando sobre as viagens à noite, vamos explicar de outra forma: É bastante comum ao acordarem, lembrarem de sonhos de certa forma aterrorizantes. Como, por exemplo, estarem caminhando em locais sombrios, principalmente de cidades, onde a escuridão às vezes não lhes permite enxergar o caminho. E quando encontram um mínimo de luz, são atacados por grupos que tentam aprisioná-los. Este, meus amigos, é um dos locais inferiores do astral, onde o sofrimento é o que impera e os desejos carnais se manifestam de forma implacável e dolorosa. Reinam o vício, a escravidão e a maldade. Em geral, vocês conseguem escapar deste assédio, sentindo-se aliviados ao acordarem e constatarem de que tudo não passou de sonho. Será mesmo ? Se era apenas sonho porque nele, então, você reage como se fosse real e só depois de acordado duvida dele. Porque você estava no plano astral inferior e naquele momento era tudo real para você, pois afinal é apenas outra dimensão. Quando volta à cama daí é que sente alívio. Ora, então foi real... Não esqueçam que para aqueles que insistem em manter negatividades e imperfeições, esse é o futuro após a vida material. Uma prévia lhes foi mostrada para que saibam o que o espera , se não reciclarem ou mudarem seu comportamento para melhor. Portanto, é melhor que tenham pesadelos instrutivos durante a vida material. Para que sejam alertados sobre o pesadelo duradouro, que pode se tornar realidade na vida post-mortem. E do qual, não será fácil despertar.


Vamos explanar sobre a ideia da influência. Já aconteceu de estar tranquilo e, subitamente, recordar de acontecimentos que lhe causam revolta em relação a pessoas de seu convívio ? E toda tranquilidade desaparece, sendo substituída por sentimentos de rancor e de animosidade ? Tenho a certeza que sim, e não foram poucas as ocasiões em que isso ocorreu. A sequência desses fatos, em geral, conduz a discussões e a outras atitudes desprezíveis. Quando a tempestade passa, se olhar para trás, irá perceber que perdeu tempo não chegando a lugar nenhum. E ainda comprometeu a própria saúde e de outros. O mais grave, é que ficam assentadas as bases para novos conflitos no futuro. Este tipo de acontecimento está muito associado à presença de irmãos desencarnados, sem luz, que se aproveitam de pontos vulneráveis como esses para promoverem brigas em ambientes tranquilos. Eles se divertem vendo a ira de cada um, e ainda podem levar até a agressões no plano físico. Mas se você deseja culpá-los por isso, está equivocado. A maior responsabilidade é de quem lhes dá ouvidos. Pois você, através do livre-arbítrio, concordou em levar adiante o pensamento irracional de forma inconsequente. Portanto, quando se sentir atraído pelo mal, o afaste de sua mente. Mantenha a tranquilidade através de bons pensamentos, e verá que as animosidades são dispersadas pela sabedoria.


No nosso planeta Terra ocorrem trabalhos específicos a nível multidimensional que não ocorrem em outros planetas. Como foi dito em outros artigos, existe uma capa ou barreira vibratória que emite ondas de baixa de frequência que tem por objetivo baixar o nível de lucidez dos habitantes da superfície deste planeta. Deixa os encarnados, desencarnados e até seres do plano mental, em subnível em relação ao patamar vibratório em que poderiam estar. Os seres humanos estão evoluindo muito devagar, também por causa desta invenção dos seres regressivos extra-terrestres e do governo secreto. Grande parte de população nem sabe nem acredita, nem nunca teve a experiência de ter uma experiência fora desta MATRIX, se tivesse, veria como somos manipulados como subumanos, somos oprimidos e como somos enganados quase o tempo todo. Mas, esta barreira não existiria se os seres humanos tivessem escolhido realmente evoluir para um estado além do mental se coligando com as forças do Cosmos, não , ele está num estágio em que ainda está brincando de evoluir. E é por isso que a barreira de frequência nos tolhe, também é um bem, porque assim o planeta Terra entrou num estado de quarentena tal, que senão recebe as energias cósmicas positivíssimas do Cosmos, por causa das capas da referida barreira, também o planeta Terra, não emite suas energias densas, egoísticas, e desconectadas para o resto do Cosmos, o que é uma alívio para a galáxia. Não adianta só os andromedanos furarem as barreiras de frequência ou tirarem suas capas, é necessário que cada ser integrante desta civilizaçao humana da superfície acorde do sono que a sonambuliza desde milhares de anos. Esta sociedade está sendo manipulada, controlada, enganada - até pela mídia - e querem que você seja apenas um robot que trabalhe para o governo secreto. Querem que vocês não leiam artigos e vídeos que falam sobre estas coisas, e até ridicularizam na mídia ou "apagam" quem fala sobre isto. Bem, antes usavam o método da crucificação e da inquisição, e pelo menos até agora não fizeram isto. A ingenuidade da população é o comportamento que o governo secreto quer que se dissemine. Que a população da superfície só trabalhe para seu sustento e dos governantes ocultos, que você fique assistido programas de televisão, tal como um vidiota que é engolido pelas imagens subliminares aos montes que eles colocam nas transmissões e que consumam e consumam produtos que fazem você atingir a "felicidade" apenas material. Eu não falo nos artigos nem quarenta por cento daquilo que vejo o governo secreto e os seres regressivos estão aprontando. Seria demais falar tudo. Se você tiver uma só experiência multidimensional fora da MATRIX, vai ver por você tudo o que se passa na Terra. E o Cosmos que existe fora desta barreira dimensional é pluridimensional, superparapsíquico, há vida abundante fora da Terra, com infinitas civilizações que estão conectadas ao TODO, há uma organização perfeita muito mais do que a imaginação do ser humano de superfície da Terra possa conjecturar, não existem ações egoísticas ou que beneficiem apenas alguns, não há manipulação, porque todos vivem num estado de plenitude - com exceção , é claro, dos seres regressivos que moram em certos locais da galáxia.


DESPERTE DE VEZ PARA A VIDA MULTIDIMENSIONAL E VOCÊ VAI ATINGIR UM ESTADO DE CONSCIÊNCIA OU DE EXPANSÃO QUE NUNCA EXPERIMENTOU AQUI NO PLANETA TERRA. VALE À PENA E AJUDA O PLANETA TERRA OU MÃE GAIA EM SUA TRANSIÇÃO PARA AS QUARTA E QUINTA DIMENSÕES. NÃO SE PERCA NO ESTADO DE VÍTIMA OU DO COMPORTAMENTO DO TÉDIO : EVOLUA...

PANTOMIMA - Aprenda novas palavras

PANTOMIMA
Pantomima (ou pantomina) é sinônimo de arte ou ato de expressão por meio de gestos e de mímica. O termo pode ser aplicado, figurativa e pejorativamente, como sinônimo de “paródia”, às vezes com o sentido de “embuste”, “enrolação”. Em sua última coluna escrita para a revista Veja, o jornalista Diogo Mainardi aplica o termo de forma metafórica para explicar a abdicação de seu espaço no periódico: “ Se agora eu passasse a zombar do dilmismo, que é uma mera pantomima do lulismo, eu me tornaria uma mera pantomima de mim mesmo”.

(pan.to.mi.ma)
sf.
1. Teat. Espetáculo teatral sem palavas, apenas com mímica.
2. Ação ou resultado de se exprimir por gestos; MÍMICA
3. Fig. Pop. Embuste, logro, mentira.
[F.: Do lat. pantomimus, i, 'ator de pantomimas', 'pantomima', com mud. de gênero. Pantomina é var. pop. de pantomima.]]